COLUNA CAMINHOS DA ZONA SUL – DIÁRIO DA MANHÃ – 03.12.2019

    CAMINHOS DA ZONA SUL

    www.caminhosdazonasul.com____________________Paulo Gastal Neto

    O dobro – A Yara Fertilizantes está projetando o dobro do investimento que estava programado para a sua planta sediada em Rio Grande. Em 2016 a mega indústria estava planejando um pouco mais de R$ 1 bilhão para o empreendimento. No ano passado, esse cálculo já havia subido para R$ 1,5 bilhão e, agora, ocorre um novo aumento da projeção: algo próximo de R$ 2 bilhões, provavelmente R$ 1,9 bilhão. O presidente da Yara Brasil e vice-presidente-executivo da Yara Internacional, Lair Hanzen, explicam que houve uma série de percalços durante a obra, aspectos relacionados à qualidade do solo, inflação de materiais como cimento e aço, e erros de engenharia, que forçaram o redesenho do projeto, entre outros pontos. A iniciativa significa basicamente duplicar a capacidade da unidade em Rio Grande.

    ***

    Consumo – A empresa está aumentando a capacidade de produção de fertilizantes no complexo rio-grandino de 650 mil toneladas ao ano para 1,2 milhão de toneladas anuais, e o potencial de mistura passará de 1,5 milhão de toneladas para 2,6 milhões de toneladas. O consumo de fertilizantes no país irá ser imensamente incrementado nos próximos anos, analisam os especialistas do setor. A unidade incrementará a sua armazenagem. A companhia produz, em Rio Grande, basicamente dois fertilizantes: o superfosfato simples (SFS) e o YaraBasa. As obras do empreendimento já passaram do patamar de 80%, e a conclusão completa da iniciativa deve acontecer ao final de 2020, deixando a fábrica apta a operar a plena capacidade no começo de 2021, tornando-se  o maior e mais moderno complexo da América Latina pela combinação de produção e distribuição, associada com o porto.

    ***

    Por falar em porto – O estado do RS, a CMPC e a Ultramar se unem para planejar melhorias no porto do Rio Grande, segundo informou o Secretário de Governança e Gestão Estratégica, Cláudio Gastal, ao participar do Treze Horas – www.pelotas13horas.com.br – da Rádio Universidade na quinta-feira passada. As lideranças dos três setores, mais  o superintendente dos Portos do Rio Grande do Sul, Fernando Estima, e secretários de Estado, executivos das multinacionais chilenas CMPC e Ultramar assinaram, no último dia 25, um termo de cooperação para estudar melhorias operacionais nos embarques de celulose do porto do Rio Grande. O próximo passo será formar um grupo de trabalho técnico, com integrantes das duas partes, para estudar as operações atuais e perspectivas futuras.

    ***

    Força – O presidente da Câmara de Comércio da Cidade do Rio Grande e coordenador do Movimento Aliança Rio Grande, Antônio Carlos Bacchieri Duarte, foi convidado a presidir o Conselho Consultivo Integrado Sesi/Senai, em Rio Grande. O convite foi enviado pelo presidente da Fiergs, Gilberto Porcello Petry. Bacchieri representará a Bianchini S/A. Como vice-presidente estará Lucas Elizalde, da Yara Brasil.

    ***

    Oriente – O presidente da Associação dos Municípios da Zona Sul (Azonasul), Mauro Nolasco, acompanhou, na semana passada, a agenda do  embaixador da China no Brasil, Sr. Yang Wanming e comitiva, em Porto Alegre. A atividade, coordenada pela Frente Parlamentar Brasil-China no RS, teve a liderança do deputado estadual Jeferson Fernandes (PT) e contou com a presença de parlamentares de diversas siglas, representantes de Federações, empresários, lideranças do interior gaúcho, entre outras personalidades do estado.

    ***

    Até a próxima!




    Comentários