COLUNA CAMINHOS DA ZONA SUL – DIÁRIO DA MANHÃ – 28.06.2022

Caminhos da Zona Sul__________________________Paulo Gastal Neto

Bons ventos – O estado do RS viabilizou acordo com a empresa espanhola Ocean Winds para potencializar a geração de energia renovável no Estado. O objetivo da parceria com a companhia, sediada em Madri e com subsidiária no Brasil, é permitir a construção de projetos de produção de energia eólica offshore, que é uma fonte renovável e não poluente obtida pelo aproveitamento da força do vento que sopra em alto-mar. Os projetos para a costa gaúcha somam investimentos na ordem dos R$ 100 bilhões, com uma geração de emprego de 10 mil vagas durante a construção e 4 mil na operação. O Estado tem capacidade para gerar 100 gigawatts de energia com ventos em terra. Em alto-mar, beneficiado pela inexistência de barreiras para os cata-ventos girarem, são mais de 114 gigawatts. “Se somarmos essas duas capacidades, produzimos, hoje, muito pouco do total da energia proporcionada pelos ventos. Isso significa que temos uma área com muita possibilidade de crescimento. Além disso, o porto do Rio Grande também pode ser um grande potencializador”, explicou o chefe da Casa Civil, Artur Lemos.

***

Educação I – A Faculdade Senac, em Pelotas, está oferecendo cursos de pós-graduação em Gerenciamento de Projetos (372h). Eles podem aumentar o salário do profissional em até 53,7%, segundo pesquisa da Catho Educação, realizada em 2018. A coordenadora pedagógica da Pós-Graduação da Faculdade de Tecnologia Senac Pelotas (Fatec), Lidiane Hirdes, reitera que com uma especialização o aluno adquire um nível de conhecimento mais aprofundado na área, o que lhe proporcionará melhores oportunidades no campo profissional. O curso tem uma nova turma prevista para início dia 12 de agosto, com aulas quinzenais, às sextas, das 19h às 22h; e sábados das 08h às 12h e das 13h às 18h.

***

Educação II – A demanda por profissionais com este perfil é emergente nas empresas que apostam em estratégias promissoras. O curso é direcionado à profissionais inseridos nas distintas áreas do conhecimento científico. A intenção é possibilitar a construção do conhecimento por meio da integração das perspectivas teóricas com as experiências práticas da área de Gerenciamento de Projetos em todos os seus principais aspectos, tendo por base o padrão mundialmente reconhecido do PMI (Project Management Institute), disseminado pela publicação PMBoK (Guide to Project Management Body of Knowledge).

***

Exportações – As exportações da indústria de transformação do RS somaram US$ 1,3 bilhão em maio, elevação de 8,7% em relação ao mesmo mês de 2021, crescendo em 14 dos 23 segmentos que registraram embarques no período. No acumulado de 2022, as vendas externas totalizaram US$ 6,8 bilhões, 36,2% maiores se comparadas aos cinco primeiros meses do ano passado. “O aumento nas vendas para a América Latina contribuiu muito para o resultado do mês. Além disso, as vendas de veículos para a Argentina, que foram muito afetadas com o início da pandemia, começam a mostrar sinais de recuperação”, diz o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (FIERGS), Gilberto Porcello Petry. Entre os grandes setores exportadores, Veículos automotores foi o que mais cresceu, embarcando US$ 58,2 milhões a mais em mercadorias, elevação de 115,3%, principalmente para Argentina (+US$ 17,6 milhões), Chile (+US$ 11,2 milhões) e Colômbia (+US$ 8,9 milhões). Na segunda colocação, Tabaco avançou US$ 39,3 milhões – mais 57,9% –, puxado principalmente pelos embarques para a China, que superaram os US$ 35 milhões. Máquinas e equipamentos registraram o terceiro maior aumento, US$ 37,1 milhões, com as elevações nas demandas da Argentina (+US$ 12,1 milhões) e do Paraguai (+US$ 10,6 milhões). Entre os destaques negativos do mês, já começam a aparecer os efeitos da elevada base alcançada em 2021, com as quedas em Alimentos (-5,7%) e Químicos (-14%), que haviam subido muito no ano passado em função da pandemia.

***

Até a próxima!

Comentários