FURG APROVA PROJETOS JUNTO À FINANCIADORA DE INOVAÇÃO E PESQUISA

Das duas propostas submetidas, a primeira foi uma encomenda da Secretaria de Pesquisa e Formação Científica, do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), para apoio à infraestrutura de pesquisa científica, tecnológica e em inovação desenvolvida na Antártica.

Aprovação integral das propostas dará suporte às atividades de pesquisa ao Navio Polar Almirante Maximiano e a  Estação Antártica Comandante Ferraz
 
A FURG recebeu comunicado da Financiadora de Inovação e Pesquisa (Finep) sobre a aprovação integral de dois projetos para suporte às atividades de pesquisa, apresentados em 2022. A proposta foi coordenada pela Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação (Propesp), tendo como coparticipes a Fundação de Apoio à Universidade do Rio Grande (Faurg) e a Secretaria da Comissão Interministerial para os Recursos do Mar (Secirm).
 

Sobre os projetos

Das duas propostas submetidas, a primeira foi uma encomenda da Secretaria de Pesquisa e Formação Científica, do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), para apoio à infraestrutura de pesquisa científica, tecnológica e em inovação desenvolvida na Antártica. Na ocasião, foi solicitado cerca de R$ 5 milhões em serviços e equipamentos, com o objetivo de melhor capacitar os laboratórios de pesquisa do Navio Polar Almirante Maximiano (H-41) e da Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF).

O segundo projeto aprovado foi dentro da Chamada Pública (MCTI/FINE), do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT) /Ação Transversal – SOS Equipamentos 2021 AV 02, para manutenção corretiva de equipamentos multiusuários que estejam parcial ou totalmente inoperantes. A Propesp solicitou cerca de 500 mil reais em serviços e peças para o equipamento de Cromatografia Líquida acoplado ao Espectrômetro de Massas em Série LC-MS/MS, instalado no Laboratório de Análise de Compostos Orgânicos e Metais (Lacom) da Escola de Química e Alimentos e para o Microscópio Confocal Invertido à Laser do Centro de Microscopia Eletrônica do Sul (Ceme-Sul ).

Ambos os equipamentos são de grande porte e de alto poder resolutivo, estando incluídos no Programa de Compartilhamento de Equipamentos Multiusuários (Procem/FURG) e disponíveis para utilização por pesquisadores da FURG, de outras instituições e empresas.

Segundo o pró-reitor de Pesquisa e Pós-graduação, Eduardo Secchi, a aprovação integral destes editais demonstra a qualificação contínua e consolidação das estratégias adotadas pela FURG na construção de projetos institucionais encaminhados à Finep. “Destaca-se nestas estratégias, o alinhamento das propostas ao Procem/FURG, o qual demonstra à agência de fomento que os equipamentos de caráter multiusuário são, de fato, de uso amplo e passam por procedimentos de agendamento e gestão coordenados por um comitê técnico-científico”.

Saiba mais

A Finep é uma empresa pública vinculada ao MCTI e exerce a função de secretaria-executiva do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT). Criado em 1969, o fundo de natureza contábil e financeira tem como objetivo financiar a inovação e o desenvolvimento científico e tecnológico, com vistas a promover o desenvolvimento econômico e social do país.

A Secretaria da Comissão Interministerial para os Recursos do Mar (Secirm) tem como propósito assessorar o Comandante da Marinha e Coordenador da Comissão Interministerial para os Recursos do Mar (Cirm), na execução das atividades pertinentes aos encargos técnicos e administrativos da referida Comissão. Cabe à Secirm atuar como elemento coordenador e articulador na implementação das deliberações da Cirm, procurando fomentar pesquisas, difundir o conhecimento científico, realizar a manutenção e ocupação de áreas de interesse nacional e orientar a exploração sustentável dos recursos vivos e não vivos na Amazônia Azul e na Antártica.

Programa de Compartilhamento de Equipamentos Multiusuários da FURG (Procem) tem como objetivo normatizar a utilização compartilhada de equipamentos multiusuários cuja carga patrimonial seja lotada na Propesp. Definem-se como multiusuários aqueles equipamentos que, a critério do Comitê Gestor do Procem, sejam adequados para suportar a demanda gerada por diversos pesquisadores, bem como os equipamentos adquiridos através de propostas institucionais.

Comentários