PROJETO ARQUITETÔNICO DA INCUBADORA HÉLICE (IFSul) É ENTREGUE NO PELOTAS PARQUE TECNOLÓGICO

11.04.2022 – Prefeita Paula Mascarenhas participa de ato de entrega da obra do espaço do Ifsul no Pelotas Parque Tecnológico com emenda do Deputado Daniel Trzeciak – Foto Michel Corvello

Evento reuniu autoridades municipais e representantes das duas instituições

Na noite da última segunda-feira (11), as autoridades de Pelotas e região se reuniram no Pelotas Parque Tecnológico para prestigiar a entrega da obra arquitetônica da Incubadora Hélice, do Instituto Federal Sul-rio-grandense. O projeto teve duração de mais de dois anos, contou com esforços de vários setores municipais e financiamento por meio de emendas parlamentares do Deputado Federal Daniel Trzeciak.

Durante o evento, estiveram presentes a Prefeita de Pelotas, Paula Mascarenhas, o Deputado Daniel Trzeciak e representantes do PPT, como a Diretora, Rosâni Ribeiro, o Diretor Técnico-Científico, Edgar Mattarredona, o Diretor de Relações Institucionais, João Carlos Deschamps, e o Presidente do Conselho, Mauro Meirelles. Além disso, representando o IFSul, a inauguração contou com a Vice-Reitora, Veridiana K. Bosenbecker, a Pró-Reitora de Extensão e Cultura, Gisela Duarte, o Pró-Reitor de Pesquisa, Inovação e Pós-graduação, Vinicius Martins, o Diretor de Projeto e Obras Michel Formentin de Oliveira, e os colaboradores do desenvolvimento da obra, entre outros representantes das demais instituições municipais.

A expectativa para a retomada das atividades em 2022, segundo Mauro Meirelles, Presidente do Conselho do Pelotas Parque, foi alcançada com um marco na história da inovação no local. “O IFSul escolheu o parque tecnológico como sede deste projeto de investimento que irá desenvolver inovação e empreendedorismo, que começará por aqui. É um ambiente qualificado, que traz uma nova referência para que nós possamos qualificar aos poucos todos os espaços e retomar as nossas atividades, assim como era nos anos anteriores ao isolamento social”, destacou o gestor.

Edgar Mattarredona, Diretor Técnico-Científico do PPT e professor do IFSul, salientou a importância do projeto para a inovação e desenvolvimento tanto da região sul do Estado, como em nível nacional. “É uma data muito significativa para todas as instituições incluídas no ecossistema da inovação local. O IFSul já fazia parte de todo o processo que envolve o Pelotas Parque Tecnológico, mas ainda não estava fisicamente instalado aqui. Agora, finalmente, a instituição se fixa neste ambiente inovador, abrindo novas possibilidades de parcerias e fortalecendo também o ambiente científico e tecnológico do próprio instituto”, pontuou o Diretor.

Incubadora Hélice 
A Incubadora Empresarial de Base Tecnológica (IEBT) Hélice, do IFSul Campus Pelotas é a primeira vinculada à Rede de Incubadoras do Instituto Federal Sul-rio-grandense (REINCSUL). A iniciativa tem o objetivo de apoiar a criação e o desenvolvimento de empresas de base tecnológica alinhadas com as áreas do conhecimento dos cursos do campus Pelotas, promovendo o empreendedorismo e inovação por meio da gestão da servidora Érica Martins.

Sobre o Pelotas Parque Tecnológico
O Parque, criado oficialmente em 2016, é gerido pela TECNOSUL – Parque Científico e Tecnológico, uma associação civil sem fins lucrativos de direito privado, caráter científico, tecnológico, educacional e cultural. Possui um Conselho de Administração (Consad), eleito a cada três anos, e atua em três grandes áreas nas quais o município já se destaca como polo: tecnologia da informação e comunicação; tecnologia em saúde e indústria criativa. Atualmente, 63 empresas atuam no Pelotas Parque Tecnológico, sendo 23 instaladas nas áreas geridas pelo Parque, sete no coworking, 15 incubadas, 18 pré-incubadas. Entre as incubadoras estão a Conectar, Incubadora de Base Tecnológica da UFPel; CIEMSUL, incubadora de empresas multissetorial da UCPel e SENATEC, destinada às empresas júnior. Ainda, existem 23 instituições parceiras. O Parque oferece espaço coworking, com área gastronômica para 55 pessoas, auditório para 230 pessoas, duas salas de reunião e capacitações e estacionamento para 65 carros. Ao todo, o Pelotas Parque gera 267 empregos diretos e 638 indiretos.

Comentários