COLUNA CAMINHOS DA ZONA SUL – DIÁRIO DA MANHÃ – 25.01.2022

Caminhos da Zona Sul________________________Paulo Gastal Neto

Ventos – A Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) emitiu a licença prévia (LP) que atesta a viabilidade ambiental da implantação do Complexo Eólico Pinheiro Machado, localizado no limite entre os municípios de Piratini e Pinheiro Machado. O empreendimento, composto pelos parques eólicos Asperezas, Curral de Pedras e Torrinhas, prevê a instalação de 174 aerogeradores e é de responsabilidade da empresa Rio Energy Desenvolvimento de Renováveis S.A. Depois da LP, o próximo passo é a solicitação, por parte do empreendedor, da licença de instalação (LI). A aprovação do projeto para a instalação das estruturas e dos aerogeradores estará vinculada ao atendimento das condições e restrições estabelecidas no licenciamento prévio. As intervenções e obras, serviços de terraplenagem, instalação de canteiros de obra, áreas de manobra, acessos e apoio operacional, entre outras atividades, somente poderão ser executadas a partir da LI.
***
UCPEL x PUC – Após sete meses de tratativas a Universidade Católica de Pelotas (UCPel) firmou convênio de cooperação com a Pontìfica Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), através do TECNOPUC, e Hospital São Lucas (HSL). A parceria quer fomentar o empreendedorismo inovador e o desenvolvimento de startups na área da saúde. O reitor da UCPel, José Carlos Pereira Bachettini Júnior, comemorou a união entre as instituições, e falou sobre como essa iniciativa poderá gerar soluções capazes de melhorar a saúde nos municípios da região, e ter, até mesmo, alcance maior no país e no mundo. “Somos uma pequena universidade, no extremo sul do Estado, mas nosso propósito é grande. Competir é bom, mas é melhor ainda cooperar”, disse ao relatar a satisfação do chanceler da UCPel, Arcebispo Dom Jacinto Bergmann, em saber da parceria com a PUCRS.
***
Extensão Porto RG – Acompanhado de representantes da Receita Federal (RF) e da equipe da Portos RS, o superintendente Fernando Estima realizou uma visita ao Estaleiro Rio Grande (ERG), espaço que possui o maior dique seco da América Latina. O objetivo foi o de observar o andamento das obras referentes ao alfandegamento do cais público. Ao longo de 2021, a estrutura movimentou 424 mil toneladas e a expectativa para 2022 é de que esse número se mantenha, pois atualmente o local também funciona de forma a auxiliar o cais público. Lá são feitas as complementações dos carregamentos, em razão da qualidade do cais e do calado da área.
***
Embarque de veiculos – O navio Roll on Roll off Dong-a Metis, de bandeira panamenha, atracou no cais público do Porto do Rio Grande, na última quinta-feira (20). Vinda do Porto de Zarate, na Argentina, a embarcação chegou ao município carregada com 72 veículos da marca Kia, que serão embarcados em outro navio, e mais 39 caminhões que foram desembarcados em solo gaúcho. A permanência em Rio Grande também se justifica pelo embarque de 267 automóveis da marca Chevrolet, modelo Ônix, que aguardavam no Pátio Automotivo. No ano passado, o Porto do Rio Grande registrou um crescimento nas operações de embarque de veículos, com 5.909 automóveis movimentados. No início deste mês, o navio Tosca descarregou 400 caminhonetes da marca Toyota, modelo Hilux, e embarcou outros 725 carros da Chevrolet, além de tratores e outras cargas rodantes.
***
Até a próxima!

Comentários