COLUNA CAMINHOS DA ZONA SUL – DIÁRIO DA MANHÃ – 21.12.2021

Caminhos da Zona Sul__________________________Paulo Gastal Neto

Beira canal – Vai avançar a ideia da avenida as margens do São Gonçalo, um sonho antigo da cidade. Uma Pelotas voltada para as suas águas! Serão R$ 4 milhões em recursos do governo do Estado por meio do Pavimenta, que atende projetos de infraestrutura rodoviária, englobando obras, sinalização e acessibilidade nas cidades. Ao todo, o Estado vai aportar R$ 177,8 milhões nesta fase do Pavimenta, com contrapartida municipal. O valor total do projeto para Pelotas é de R$ 5,7 milhões, com contrapartida de R$ 1,7 milhão da prefeitura. As obras previstas no projeto incluem a pavimentação de vias no bairro São Gonçalo, a Estrada do Engenho e a Estrada Passos dos Negros, totalizando 3.709 metros.

***

Porto RG – O Ministério da Infraestrutura (Minfra) publicou, no Diário Oficial da União (DOU) da última terça-feira (14), a aprovação do novo Plano de Desenvolvimento e Zoneamento (PDZ) do Porto do Rio Grande. O documento é o instrumento de planejamento da autoridade portuária que contempla as estratégias e ações para a expansão e o desenvolvimento integrado, ordenado e sustentável das áreas e instalações de um porto organizado. O PDZ é um dos itens de planejamento portuário previstos pelo governo federal e suas diretrizes estão estabelecidas na Portaria nº 61 de 10 de junho de 2020. O Porto do Rio Grande já possuía um PDZ vigente, mas em razão da publicação de um novo Plano Mestre pelo Minfra e da revisão das poligonais dos portos organizados do Rio Grande do Sul foi necessário elaborar um novo documento. A proposta de atualização do Plano, encaminhada ao Ministério, levou em consideração a promoção do desenvolvimento do Porto, a otimização do uso das áreas, das instalações e da infraestrutura do Porto, a integração do Porto com os modais de transporte terrestre, as alternativas para a expansão das atividades portuárias, por perfil de carga, a observância aos licenciamentos ambientais, entre outros pontos.

***

Doce sabor – Pelotas possui uma unidade de distribuição da FRUKI! Pela nona vez, a Bebidas Fruki foi eleita como uma das melhores empresas para se trabalhar no RS, na categoria médio porte, entre 100 e 999 funcionários, de acordo com pesquisa realizada pela consultoria Great Place to Work (GPTW). A cerimônia de premiação aconteceu na última quarta-feira, 15/12, de forma on-line. O reconhecimento da maior indústria regional de bebidas do Sul do Brasil é resultado de uma cultura interna focada no desenvolvimento e valorização dos profissionais e que, neste ano, já conferiu à Fruki a certificação entre as Melhores Empresas para Trabalhar na categoria Indústria Nacional.

***

PIB I – Porto Alegre, Caxias do Sul, Canoas e Gravataí estão entre os cem municípios que tiveram as maiores economias do país em 2019. A capital gaúcha também está entre os oito municípios que detinham quase 25% do PIB brasileiro naquele ano. As quatro cidades gaúchas já apareciam no levantamento do ano anterior, com dados de 2018.  No ranking do Rio Grande do Sul, Porto Alegre e Caxias do Sul lideram o ganho em participação no Produto Interno Bruto (PIB) do Estado, ocupando, mais uma vez, o topo das 10 maiores economias gaúchas. Canoas, Gravataí, Rio Grande, São Leopoldo, Santa Cruz do Sul, Passo Fundo, Novo Hamburgo e Pelotas completam a lista.   Juntos, os 10 municípios de maior PIB do Rio Grande do Sul concentraram 41,9% do total do Estado.

***

PIB II – Por segmento: Quando considerado os segmentos, a pesquisa indicou que Palmeiras das Missões foi o município líder na Agropecuária do Valor Adicionado Bruto, que é o PIB menos o valor dos impostos. O município terminou 2019 com um VAB de R$ 477,68 milhões, 1,3% do total produzido pelo setor no Estado. Tupanciretã (1,2%) – líder em 2018 –, Vacaria (1,2%), Cachoeira do Sul (1,1%) e Dom Pedrito (1,1%) fecham o ranking dos cinco primeiros colocados.

***

PIB III – Na indústria, Caxias do Sul se manteve pelo segundo ano seguido o posto de município com maior VAB do segmento (7,7% do total do RS), seguido de Canoas (7,6%), Porto Alegre (6,6%), Gravataí (4,8%) e Triunfo (4,0%). No setor de Serviços, a lista dos 10 maiores do setor representou, em 2019, 47,2% do VAB total do Estado. Porto Alegre segue na liderança, com 22,5% do total, seguido de Caxias do Sul (5,4%), Canoas (3,7%), Passo Fundo (2,5%) e Pelotas (2,5%).

***

Até a próxima!

Comentários