COLUNA CAMINHOS DA ZONA SUL – DIÁRIO DA MANHÃ – 25.05.2021

CAMINHOS DA ZONA SUL_________________________Paulo Gastal Neto

www.caminhosdazonasul.com.br

Máxima – “A solução para nossos problemas só será enfrentada pela via da política, pela via democrática, pela seriedade com que os governos trabalham e realizam políticas públicas!” – Bruno Covas, 41 anos, prefeito de São Paulo, que morreu na semana passada.

***

Recorde histórico – A Superintendência dos Portos do Rio Grande do Sul (Portos RS) divulga na semana passada o desempenho do primeiro quadrimestre de 2021 dos três portos públicos do Estado sob sua administração (Porto Alegre, Pelotas e Rio Grande) somados com a movimentação privada do complexo do Superporto do Rio Grande. No período entre janeiro e abril os complexos movimentaram 12.570.693 toneladas, um incremento de 5,80% em relação ao mesmo período do ano passado e de 10,93% em relação ao 1º quadrimestre de 2019. A divulgação do quadrimestre da Portos RS veio acompanhada de aumentos de mais de 30% na movimentação do Porto de Pelotas e um aumento considerável na movimentação de fertilizantes em todo o estado. A exportação de madeira cresceu mais de 330% no principal porto gaúcho. Os três portos públicos do estado e o complexo do Rio Grande incrementaram seu movimento em 11% em relação ao ano de 2019, período antes da pandemia.

***

RG – O complexo portuário do Superporto do Rio Grande, que envolve o Porto Público, os cinco terminais particulares arrendados, os dois estaleiros e os quatro terminais de uso privado de empresas foi responsável pela maior parte deste montante: foram 11.807.466 toneladas no primeiro quadrimestre, um aumento de 5,28% na comparação com os quatro primeiros meses de 2020. A notícia em destaque neste período é que o mês de abril se caracterizou como o mês com a melhor movimentação de todos os tempos da história do Superporto do Rio Grande, batendo o recorde registrado em junho de 2020. Somente neste mês foram movimentadas mais de 4,4 milhões de toneladas no porto rio-grandino (4.467.568 toneladas). Com relação às movimentações no Superporto, os destaques de maior aumento percentual de cargas ficaram por conta da celulose, que aumentou suas movimentações em 6,17%, trigo (12,58%), farelo de soja (20,60%) e madeira (311,92%). A soma de todas as exportações do complexo representam um aumento de 5,28%, no comparativo com igual período de 2020. A movimentação de contêineres representou um aumento de 8,57%.

***

Pelotas – O porto da cidade de Pelotas, que acabou de registrar no mês de março sua melhor movimentação da história, também foi novamente destaque em relação ao aumento crescente de cargas. As duas principais mercadorias do porto pelotense, toras de madeira e clínquer aumentaram suas cargas tanto em relação ao ano passado quanto ao retrasado. Foram 124.503 toneladas somente no mês de abril, um aumento de mais de 62% em relação a abril de 2020 e de mais de 49% em relação ao mesmo mês de 2019. No acumulado do quadrimestre, os percentuais do aumento 2020-2021 foram de 30,96%.

***

POA – A movimentação do Porto de Porto Alegre foi o único porto público que mostrou uma variação negativa em relação aos dois anos anteriores, representando um decréscimo de 2% em relação ao ano passado. Apesar disso, as cargas como fertilizantes vem apresentando um aumento consistente no ano, com uma majoração de mais de 33% de movimentação em relação a 2020.

***

Até a próxima!

Comentários