COLUNA CAMINHOS DA ZONA SUL – DIÁRIO DA MANHÃ – 19.01.2021

CAMINHOS DA ZONA SUL_________________________Paulo Gastal Neto

www.caminhosdazonasul.com.br

Mudança – O governador Eduardo Leite completou dois anos à frente do RS e prepara uma mudança de estratégia em relação ao discurso sobre a situação financeira do estado. Tentando mirar o Palácio do Planalto em 2022 haverá alteração em relação ao discurso que falava “rombo” pelo de recuperação das finanças do estado. Eduardo Leite vai agora enfatizar dados que demonstram que o teve sua economia recuperada advinda de ações como as privatizações do setor energético (as companhias de eletricidade e gás), e acesso a fundos previdenciários que garantirá um ingresso bilionário de recursos.

***

Fundos – O que são os fundos? O Estado segue em tratativas com a Secretaria de Previdência, vinculada ao Ministério da Economia, a respeito da reestruturação dos fundos previdenciários. Os fundos foram criados em 2011 para receber as contribuições de servidores que ingressaram a partir de então e sustentar as aposentadorias no futuro. Mas, a partir de projeto do Executivo, em agosto de 2020 a Assembleia aprovou autorização para que o governo utilize seus recursos (R$ 1,8 bilhão a valores de dezembro de 2019).

***

Números – As exportações da indústria no Rio Grande do Sul fecharam o ano de 2020 com o primeiro resultado positivo após 15 meses. Em dezembro, totalizaram US$ 1,1 bilhão, aumento de 13% em relação ao mesmo mês de 2019 (US$ 975,4 milhões). Porém, ao longo do ano, as vendas externas acumularam US$ 10,4 bilhões, valor 16,4% inferior comparado ao mesmo período do ano passado. Com os países voltando gradativamente às atividades mesmo diante do cenário de pandemia, começa a haver um reaquecimento da demanda externa. Os dois principais parceiros, Estados Unidos (com 13,3%) e Argentina (9,8%) aumentaram suas compras no último mês de 2020, apesar dos embarques de produtos gaúchos para a China terem caído 43% na comparação com dezembro de 2019. Dos 23 segmentos da indústria, 17 assinalaram aumento do valor exportado na base de comparação com dezembro de 2019. Com exceção dos setores de Alimentos (-1,5%), Químicos (-6,7%) e Couro e calçados (-14,6%), o resultado positivo foi disseminado entre os grandes exportadores.  O setor de Tabaco registrou aumento de 81,6%, em virtude das vendas para China (US$ 84,1 milhões), Bélgica (US$ 2,8 milhões), Emirados Árabes Unidos (US$ 5,1 milhões) e Egito (US$ 3,5 milhões). Os embarques do setor de Celulose e papel cresceram 52,9%, com a elevação da demanda da China (US$ 20,5 milhões), Estados Unidos (US$ 4,4 milhões), Coreia do Sul (US$ 6,6 milhões) e Japão (US$ 5,6 milhões). Já Máquinas e equipamentos subiu 20,4%, Produtos de metal, 49,4%, e Veículos automotores, 15,2%.

***

Furg – Enquanto o clima entre governo federal e reitoria da UFPEL é para lá de belicista e depõe contra a instituição pelotense, a transição na Universidade Federal do Rio Grande, cerca de 50 quilômetros de distância, foi serena e tranquila. O professor Danilo Giroldo, ex vice-reitor e primeiro da lista tríplice, trabalhando em nome da serenidade e da universidade foi nomeado, para os próximos quatro anos, reitor da FURG. “Cautela e canja de galinha não fazem mal a ninguém”!

***

Programa Antártico – A professora Cleuza Maria Sobral Dias, ex-reitora da FURG, é a nova diretora do Programa ESANTAR – Estação de Apoio Antártico sediado na própria Fundação Universidade do Rio Grande. Ela substitui o professor Paulo Roberto Munhos. A professora Cleuza também vai coordenar o setor de Apoio e Manutenção da Frota de embarcações da FURG que é gerida pela diretoria geral da ESANTAR. A FURG tem uma frota de embarcações única no país. A ESANTAR está ligada diretamente ao Gabinete do Reitor da Universidade.

***

CDL – A avaliação do ano de 2020 e a apresentação dos resultados do período foi a pauta da reunião do Conselho Gestor e Conselho Consultivo da Câmara de Dirigentes Lojistas com a coordenação da Gerente Executiva, Adriane Silveira. Os conselheiros se reuniram pela primeira vez neste ano e já projetam também os próximos meses e ações da entidade. Durante a Fenadoce – Especial de Natal, a CDL Pelotas levou ao comércio o Selo da Formiga, estimulando as vendas ao longo do mês através do concurso cultural Doce Vantagem. No dia 24 a CDL completará 58 anos desde a sua criação.

 ***

Até a próxima!

Comentários