FRENTE DO BIODIESEL QUER SUSTAR REDUÇÃO DA MISTURA ANUNCIADA PELO GOVERNO

Além da diminuição de 12% para 10%, ANP confirmou o cancelamento da etapa 3 do 75º leilão do biocombustível

O presidente da Frente Parlamentar Mista do Biodiesel (FPBio), deputado Jerônimo Goergen (Progressistas-RS) anunciou, na última quinta-feira (13), que apresentará um Projeto de Decreto Legislativo (PDL) para sustar a decisão tomada pelo governo federal de reduzir a mistura obrigatória do biocombustível dos atuais 12% para 10%. Segundo o parlamentar, a medida causou surpresa e perplexidade.

Para Jerônimo, a mudança nas regras do mercado causará um prejuízo enorme aos produtores ofertantes da matéria-prima. “Isso vai interferir diretamente no preço e nos estoques de soja, provocando um desacerto muito preocupante nessa engrenagem econômica. Os reflexos negativos acertam em cheio os agricultores e a indústria, que já havia feito investimentos para trabalhar com outro cenário. Sem planejamento e previsibilidade não há credibilidade”, criticou o parlamentar.

Ao participar do Biodiesel Week, evento promovido pela Ubrabio e Embrapa, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, confirmou a redução do percentual da mistura do biodiesel, diminuição válida para os meses de setembro e outubro. E, em comunicado à imprensa, a Agência Nacional do Petróleo (ANP) decidiu pelo cancelamento da etapa 3 do 75º leilão do biocombustível.

Comentários