COLUNA CAMINHOS DA ZONA SUL – DIÁRIO DA MANHÃ – 30.06.2020

CAMINHOS DA ZONA SUL____________________Paulo Gastal Neto

www.caminhosdazonasul.com.br

Água I – Os Portos do Rio Grande do Sul apresentam crescimento de 4,52% no período de janeiro a maio de 2020 em comparação ao ano anterior mesmo durante a pandemia. O transporte de cargas nos três portos públicos (Porto alegre, Pelotas e Rio Grande) do estado somaram mais de 16 milhões de toneladas movimentadas no período. O período de janeiro a maio deste ano apontou mais um recorde batido pela movimentação de cargas no Porto do Rio Grande. Puxado pelas exportações de grãos de soja, que cresceram mais de 34,9% nesse período, o principal porto do Rio Grande do Sul transportou mais de 15,5 milhões de toneladas no total. A diferença entre 2019 e 2020 é de um incremento de movimentação de 4,62% em Rio Grande. Somente no mês de maio foram 4,29 milhões de toneladas de todos os tipos de cargas, batendo um recorde histórico como o melhor mês de maio da história do complexo.
***
Água II – O Porto de Pelotas também teve um expressivo aumento em sua movimentação de toras de madeiras entre janeiro e maio de 2020. Com a movimentação de 414 mil toneladas verificou-se um crescimento de 21,6% comparado ao mesmo período de 2019, que foi de 341 mil toneladas. Outro produto que sempre é um destaque no porto pelotense é o embarque de clínquer, que aumentou mais de 37,9%. Dos três portos públicos, o Porto de Pelotas foi o que teve o maior aumento percentual total, quase 23% de incremento.
***
Água III – O único porto público que demonstrou um decréscimo na contabilização das cargas no período destacado foi o Porto de Porto Alegre, visto que trabalhou no mês de maio com restrição de calado por causa da obra de dragagem do Canal da Feitoria. O Porto de Porto Alegre transportou então 62 mil toneladas a menos do que o ano de 2019, verificando-se um decréscimo percentual de 14,3%. As maiores baixas do Porto mostraram-se no carregamento de produtos químicos para fertilizantes, que baixaram 16,8% e nas bobinas de ferro ou aço, que movimentaram 51,9% a menos. Ao contrário das outras cargas, mesmo com as restrições de calado o carregamento de trigo na capital gaúcha apresentou ainda um aumento de 5,6% no período.
***
Pet – Como parte de um dos setores que mais cresce no país e líder no mercado de pet shop, a rede nacional Cobasi confirmou a sua nova operação no Shopping Pelotas. A loja, que contará com 1.000m², deve ser inaugurada em outubro deste ano e as obras iniciam na próxima semana. A rede possui mais de 100 lojas no Brasil e essa será a primeira na região sul do Estado. A Cobasi passa a ser a nova operação âncora confirmada do Shopping Pelotas e ficará localizada ao lado da Pernambucanas, contando com mais de 20.000 itens entre rações e acessórios para animais, farmácia veterinária, arranjos de flores, manutenção de casa e outros. A inauguração no Shopping Pelotas será a 8ª da rede Cobasi no Estado e a primeira na região sul, além de contar com uma parceria da SPet nos serviços de clínica veterinária e banho e tosa.
***
Rural – A prefeitura de Pelotas através da prefeita Paula Mascarenhas reuniu-se com a diretoria da Associação Rural de Pelotas (ARP) para definir o futuro da Expofeira. Tradicional no município, o evento é anual e movimenta a economia, principalmente do setor rural pelotense. Devido à pandemia da Covid-19, a entidade vem estudando formas de evitar que a conjuntura cause impactos, capazes de impedir a realização da feira. O presidente da ARP, Rodrigo Gonzales apresentou à prefeita três cenários diferentes: um evento 100% digital, que seria na primeira quinzena de outubro; a vinda dos animais para remates online; e um formato digital, paralelo ao físico, a fim de evitar aglomerações no local. Gonzales ainda ressaltou que é viável através de plataforma da internet e mostrou, para Paula e o vice-prefeito, Idemar Barz, um modelo de site.
***
Até a próxima!

Comentários