ROBOPEL-208 ACONTECE ADAPTADO AO DIGITAL E SEM FRONTEIRAS

Tradicional evento de computação e robótica de Pelotas será de 29/06 a 05/07 e todo on-line, com transmissão pelo YouTube e TV Câmara

Uma edição diferente do ROBOPEL, evento voltado a atividades mão na massa, computação criativa e robótica, acontece de 29/06 até 07/07, segunda a sexta. Para se adaptar ao isolamento social devido a pandemia, o evento será todo on-line com transmissão das oficinas pela TV Câmara (canal 16 da NET ou 21.2 para TV aberta), às 14h, após a primeira edição do Giro de Notícias, e reprisadas às 20h; e transmissão pelo canal do YouTube do  Pelotas Parque Tecnológico, a partir das 16h de cada dia.

Se antes a participação era focada em alunos e professores de escolhas públicas e privadas de Pelotas, agora, com a edição on-line, o ROBOPEL-208 ganha o mundo. Qualquer pessoa poderá assistir às 30 oficinas pelo Youtube ou a TV Câmara, para ter acesso aos conteúdos direcionados a alunos do ensino fundamental e médio, professores e até mesmo para a família. Conheça os temas das oficinas: A Robótica e o Ensino Interdisciplinar; Automação de horta com Arduino; Ciência e Arte – Uma experimentação com Action Paint e Física; Criando Aplicativos com o MIT App Inventor; Criando um autômato de papelão e explorando o “Thinkering”; Fábrica de ideias; Ferramentas do Google para professores; Horta Agroecológica com Arduíno & Dica de Receita de Mousse Saudável; II workshop on-line arte educação, empreendendo com saúde; Metodologias de Ensino Remoto BoxMaker; Monitoramento de Solo: show and tell; O que é Aprendizagem Criativa? Como e por quê utilizar essa metodologia?; O uso do smartphone como ferramenta de aprendizagem; Oficina de Cookies; Oficina de Gogo Board e suas possibilidades na docência; Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU na Educação de Qualidade; Pensando Computacionalmente: Uma Introdução ao Pensamento Computacional; Programação e Robótica BoxMaker; Programando no Scratch com makey makey; Projeto LEGO nas Escolas; Quindim: o doce tri animado no Scratch; Realidade Aumentada; Realidade Aumentada – Compartilhando Ideias e Gerando Conhecimento; Robótica Educacional utilizando o kit LEGO® Mindstorms®; RPA – Automatize suas tarefas com robôs; Saúde mental e o mundo pós Covid-19; Solos – Método simples e brasileiro; Termometro Acessível: show and tell; Visão Computacional e Workshop On-Line Arte Educação, Empreendendo com Saúde.

O ROBOPEL faz parte da Semana de Aniversário do município, que completa 208 anos. A Diretora Executiva do Pelotas Parque, Rosani Ribeiro, conta que o desafio de fazer uma edição adaptada ao isolamento foi abraçada por todos. “Este já é um evento muito importante de nosso calendário e alinhado aos propósitos do parque de estimular a inovação, tecnologia e empreendedorismo nos jovens, além de ser muito educativo, por isso estamos certos que será uma edição histórica”, afirma.

Segundo Tiago Thompsen Primo, Professor da Universidade Federal de Pelotas, integrante da Comissão Organizadora do ROBOPEL e Diretor Técnico do Pelotas Parque, o evento de 2019 foi um marco, reunindo mais de 1600 pessoas e diversos atores da educação em Pelotas e região. “O ROBOPEL prevê uma aproximação entre as comunidades educacionais e estimula colaborações voltadas a uma educação mais criativa, inovadora e significativa para os alunos e professores”, destaca.

O ROBOPEL-208 é realizado por uma união de esforços entre: Pelotas Parque Tecnológico; Prefeitura Municipal de Pelotas; Câmara de Vereadores de Pelotas; Escola Sesi Pelota; EMILU e Reverso Comunicação Integrada. Conta com patrocínio da Associação Comercial de Pelotas e muitos parceiros: NTE- Núcleo de Tecnologia Educacional Pelotas/ 5ª CRE – Coordenadoria de Educação do Estado do RS ; CIEMSUL/UCPEL, CONECTAR/UFPEL; CRIE/UFPEL; IFSUL , INOVATEC- Fabrica de Idéias ;SMED- Secretaria de Educação de Pelotas; ; RBAC – Rede Brasileira de Aprendizagem Criativa;; SDETI- Secretaria de Desenvolvimento, Turismo e Inovação ; SECULT- Secretaria de Cultura; PHL Brasil ; SBPC – Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência ; SEBRAE Nacional e RS  e TV CAMARA. Colegio Sinodal Alfredo Simon, Colegio Marista São Francisco  de RG e C3/FURG. Empresas do Parque: Boxmaker, Connection; Vou Construir ;Organizo Solidario ;C`alma e Ecoworking da Co.place  e Compasso UOL

Mais informações: facebook.com/Robopel208 ou [email protected]

Sobre o Pelotas Parque Tecnológico
O Parque, criado oficialmente em 2016, é gerido pela TECNOSUL – Parque Científico e Tecnológico, uma associação civil sem fins lucrativos de direito privado, caráter científico, tecnológico, educacional e cultural.  O parque possui um Conselho de Administração (Consad), eleito a cada três anos, e atua em três grandes áreas nas quais o município já se destaca como polo: tecnologia da informação e comunicação; tecnologia em saúde e indústria criativa.

Atualmente, 63 empresas atuam no Pelotas Parque Tecnológico, sendo 23 instaladas nas áreas geridas pelo Parque, sete no coworking, 15 incubadas, 18 pré-incubadas. Entre as incubadoras estão a Conectar, Incubadora de Base Tecnológica da UFPel; CIEMSUL, incubadora de empresas multissetorial da UCPel e SENATEC, destinada às empresas júnior. Ainda, existem 23 instituições parceiras. O Parque oferece espaço coworking, com área gastronômica para 55 pessoas, auditório para 230 pessoas, duas salas de reunião e capacitações e estacionamento para 65 carros. Ao todo, o Pelotas Parque gera 267 empregos diretos e 638 indiretos.

Comentários