BALANÇO ANUAL E PROJEÇÃO DE FUTURO EM PAUTA NA PORTOS RS

A atividade também marca o início da reunião ordinária do Conselho de Administração (Consad) que irá tratar sobre o orçamento 2024. Foto: Portos RS / Divulgação

INTEGRANTES DOS CONSELHOS DE ADMINISTRAÇÃO, COAUD E FISCAL DA PORTOS RS PARTICIPARAM, NA ÚLTIMA SEXTA-FEIRA (17), DE UMA IMERSÃO DE ATUALIZAÇÃO DOS PROJETOS E PROCESSOS DESENVOLVIDOS PELA AUTORIDADE PORTUÁRIA AO LONGO DE 2023.

A atividade também marca o início da reunião ordinária do Conselho de Administração (Consad) que irá tratar sobre o orçamento 2024.

As atividades foram compostas por apresentações de todas as diretorias da Empresa Pública. O encontro permitiu que os gestores fizessem aos conselheiros um balanço das ações realizadas neste primeiro ano de atuação na gestão dos portos do Rio Grande do Sul.

A programação foi aberta pelo presidente Cristiano Klinger, que classificou a oportunidade como um momento de revisão e planejamento. “É sempre muito importante que alinhemos nossas ações com todas as áreas da empresa pública, pois é dessa forma que conseguiremos implementar aquilo que entendemos ser importante para o desenvolvimento dos portos”.

Pensando no ano de 2024, a reunião teve continuidade neste sábado (19), na unidade Rio Grande da Portos RS. A presidente do Consad, Jacqueline Wendapap, falou da importância de reunir os conselheiros neste formato ao final do ano para realizar um balanço das atividades.

“Em 2022 nós paramos para pensar 2023 e agora paramos para ver aquilo que a gente planejou e foi construído nesse período. Além disso, uma vez atingida uma maturidade como empresa pública, esse encontro serviu para projetarmos a busca de novos horizontes para atuação da empresa”, disse Jacqueline.

O presidente do Confisc, Cristian Kuster, enalteceu a possibilidade de os conselheiros conhecerem de forma mais ampla todos os setores. Já para o coordenador do Coaud, Zumir Breda, a imersão permitiu que os conselheiros pudessem se conhecer pessoalmente.

“A reunião de todos os colegiados permitiu uma maior interação entre seus integrantes e serviu como uma forma de alinharmos objetivos, metas e propósitos de cada um deles. Encerramos esse exercício com um ótimo alinhamento, o que se reflete no fortalecimento da empresa”, afirmou Breda.

Comentários