CLÍNICA DO RIM DE PELOTAS PARTICIPA DE EVENTO NA ALEMANHA

Clínica do Rim (Pelotas)

Sebrae RS leva empreendedores da saúde à Alemanha para maior evento do segmento
Missão articulada pela organização tem como destino a MEDICA Düsseldorf, que ocorre desde a última segunda-feira (14/11)

Com 14 empreendedores do interior do Estado, o Sebrae RS compõe este ano sua maior comitiva já articulada rumo à MEDICA Düsseldorf, na Alemanha. O programa de imersão que inclui visitas técnicas guiadas aos principais expositores da programação oficial do evento teve início na segunda-feira (14), primeiro dia da feira que ocorre até o dia 17/11.

Participam ainda da missão as empresas DHMed (Viamão), Laboratório Saretta (Caçapava do Sul), Bom Pastor Laboratório Clínico (Igrejinha), MED Equipa (Passo Fundo), Vidamed clínica médica (Capão da Canoa), Clínica do Rim (Pelotas), Laboratório Dr. Thofehrn (Camaquã), Pro Análise (Rosário do Sul), Laboratório de Análises Clínicas Laf (Guaporé), Med Care Assistência Domiciliar (Passo Fundo), Clínica Lifty (Caxias do Sul), além da Univates (Lajeado).

Pela segunda vez participando da missão, o médico Anderson Ingracio, da clínica Lifty, de Caxias do Sul, garante: para quem possui visão empreendedora e é ávido por tecnologia e inovação, não há outro evento no mundo que represente uma maior oportunidade do que a feira.

Segundo ele, a primeira experiência em 2019 proporcionou um networking que se mostrou de muito valor na sequência do trabalho nos anos seguintes. “A expectativa é ótima. É uma oportunidade única de crescimento tanto sob o ponto de vista pessoal quanto profissional, algo que fortalece o posicionamento do nosso trabalho em nível estadual, nacional e internacional”, explica.

De acordo com a coordenadora de projetos de saúde do Sebrae RS, Ana Paula Rezende, a organização realiza missões à feira desde 2016. “É um ótimo espaço para empreendedores terem insights para todas as áreas médicas, descobrirem novas tecnologias e fomentarem os seus negócios. No retorno ao Brasil o projeto tem sequência e apoiamos a implementação de melhorias nas empresas participantes”, explica.

Segundo a Relação Anual de Informações Sociais (CAIS) e do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), no Rio Grande do Sul existem  aproximadamente 38 mil micro e pequenas empresas que compõem o elo de serviços na saúde, representando um importante gerador de empregos que atende a uma das principais demandas de serviços em saúde pública e privada da população.

Comentários