COLUNA CAMINHOS DA ZONA SUL- DIÁRIO DA MANHÃ – 18.10.2022

Caminhos da Zona Sul__________________________Paulo Gastal Neto

Arroz I – A Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz) cumpriu agendas em Brasília para tratar de temas relacionados ao setor. A principal delas foi uma reunião com o ministro da Agricultura, Marcos Montes, juntamente com o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Guilherme Bastos, e o diretor de comercialização da pasta, Sílvio Farnese. Também participaram da reunião o presidente da Embrapa, Celso Moretti, o chefe-geral da Embrapa Clima Temperado, Roberto Pedroso, e o deputado federal Alceu Moreira. Segundo o presidente da Federarroz, Alexandre Velho, na pauta, a discussão sobre assuntos relacionados à questão estrutural do setor arrozeiro, além de medidas para redução dos custos de produção e a solicitação de apoio para a abertura de novos mercados como, por exemplo, o Panamá.

***

Arroz II – Também foi feito um relato sobre a preocupação que se tem sobre a falta de rentabilidade do setor arrozeiro e, consequentemente, uma busca cada vez maior de alternativas mais rentáveis como a soja e o milho. Foi também solicitado um apoio do governo para que se busque um acordo comercial para o arroz com o México como o Uruguai tem. O Brasil depende de que o México diminua o imposto de importação e o Uruguai tem este acordo e nós ficamos à mercê da diminuição de imposto para poder exportar um volume maior. Na reunião, de acordo com o presidente da Federarroz, também se comentou a questão da pauta tributária e as diferenças existentes entre os Estados brasileiros, o que tira a competitividade da indústria gaúcha de arroz. Também foram cumpridas agendas com a Confederação de Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) com o objetivo de buscar apoio na abertura de novos mercados para o arroz brasileiro.

***

Voo – Após anunciar voos diretos para São Paulo, em janeiro deste ano, desta vez, a Azul informa que em quatro cidades do interior serão ofertadas novas rotas. Pelotas, Passo Fundo, Santa Maria e Uruguaiana, durante a alta-temporada, entre dezembro e janeiro, terão voos diretos para Florianópolis. Os novos voos se unem à capilaridade da malha aérea da Azul com opções de voos conectando todo o Brasil e, com isso, fortalecendo o turismo nas mais diversas regiões do país. As passagens começaram a ser comercializadas com expectativa de grande procura. O planejamento para o verão amplia a oferta de assentos em voos com destino a cidades turísticas bastante procuradas durante o verão. Em Pelotas, os voos têm previsão de início a partir de 20 de dezembro. Segundo a companhia, serão duas viagens por semana, às terças e sábados, com aeronaves ATR com capacidade para 70 passageiros. Os preços da passagem variam conforme data escolhida. De acordo com o site da empresa, o custo é de R$ 378,67 ida no dia 20, e R$381,47 volta com retorno, após uma semana, dia 27.

***

Turismo – Pensando na possibilidade de incluir Rio Grande na rota dos cruzeiros, a Portos RS participou do 4º fórum promovido pela Associação Internacional de Cruzeiros (CLIA), em Brasília. A presença no evento consolidou a intenção de receber esses passageiros para apresentar as potencialidades turísticas locais e da região. Como parte do desenvolvimento das estratégias de retomada do turismo receptivo na cidade, a gerente de comunicação da Portos RS, Larissa Carvalho, o gerente de planejamento e desenvolvimento, Fernando Estima, e o presidente, Cristiano Klinger, participaram de uma reunião online com representantes da MSC Cruzeiros, principal empresa do setor e considerada líder do mercado na Europa e na América do Sul. Na ocasião, os executivos da empresa de origem suíça foram apresentados aos principais atrativos turísticos da cidade e da região, como a Praia do Cassino e do Mar Grosso, gastronomia local voltada aos frutos do mar, Praia do Laranjal, cultura doceira de Pelotas, riquezas naturais, entre outros. A temporada de cruzeiros está prevista para acontecer entre os meses de dezembro, janeiro, fevereiro e março.

***

Bondade – A Prefeitura de Pelotas prorrogou o prazo para adesão ao Domicílio Tributário Eletrônico (DTE), para garantir o desconto de 12% no Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) 2023. O benefício é proporcionado para o contribuinte que aderir ao sistema até o dia 20 de outubro e pagar o imposto em parcela única. O cadastro no programa pode ser feito no site www.pelotas.com.br/fazenda.

***

Até a próxima!

Comentários