COLUNA CAMINHOS DA ZONA SUL – DIÁRIO DA MANHÃ – 16.08.2022

Caminhos da Zona Sul__________________________Paulo Gastal Neto

Cosulta – O Corede-Sul – Conselho Regional de Desenvolvimento da Região Sul – inicia nesta terça-feira, 16, a Consulta Popular 2022 – Orçamento Estadual 2023. A Assembleia Pública Regional será realizada no auditório da Universidade Católica de Pelotas – rua Félix da Cunha, 412, a partir das 9h. Nesta primeira etapa, será apresentada a Consulta Popular 2022 – Orçamento Estadual 2023, com a definição do número de propostas que constarão na cédula de votação e o número de propostas eleitas, bem como, o limite de áreas temáticas. Também será divulgado o aplicativo Colab e o passo a passo do processo da CP. Será, ainda, constituída a Comissão Regional da Consulta Popular 2022 e definido o cronograma das próximas assembleias. O processo é realizado pelo COREDE/SUL e governo do Estado do Rio Grande do Sul, por meio da Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão (SPGG). A consulta deste ano irá disponibilizar R$ 55 milhões para a aplicação em investimentos de propostas que serão sugeridas diretamente pela população. Serão destinados R$ 50 milhões para os Conselhos Regionais de Desenvolvimento (Coredes), sendo que 80% dos recursos será distribuído de forma igualitária entre os Conselhos e 20% partilhados por meio de um rateio, levando em consideração o Índice de Desenvolvimento Socioeconômico (Idese) de cada região. Serão destinados mais R$ 5 milhões para os nove Coredes com maior número de votação, sendo R$ 1 milhão para o Corede que ficar em primeiro lugar e R$ 500 mil reais para o que se posicionarem entre o segundo ao nono lugar.

***

Avanço – Um antigo desejo da classe empresarial poderá avançar em breve, que é justamente a dispensa da expedição do Certificado de Licenciamento do Corpo de Bombeiros (CLCB), que atualmente é realizado através de autodeclaração, para atividades consideradas de baixo risco. Visando a desburocratização e a agilidade na implementação de novos negócios no Estado, a Fecomércio-RS, juntamente com as outras federações empresariais – Fiergs, Federasul e Farsul – entregou um ofício ao governador Ranolfo Vieira Junior em defesa da aprovação do Projeto de Lei Complementar (PLC) 182/2022. A proposição O PLC tem como escopo principal facilitar e desburocratizar o dia a dia dos empresários que, caso seja aprovada a matéria, terão maior agilidade e celeridade em seu registro e liberação para funcionamento. A infindável burocracia e falta de agilidade por parte dos bombeiros atrasam a economia do RS.

***

Otimismo I – O Índice de Confiança dos Empresários do Comércio (ICEC-RS) no RS atingiu os 120,1 pontos em julho de 2022. Esse nível foi o maior registrado desde novembro de 2021 quando marcou 124,3 pontos. O nível atual deixou o índice 3,7% abaixo do pré-pandemia (mar/20 – 124,7 pontos). A pesquisa foi divulgada pela Fecomércio-RS. O resultado do ICEC-RS segue uma tendência de crescimento, recuperando perdas ocorridas após o último pico atingido (nov/21 – 124,3 pontos). A melhora, como já foi comentado nos meses anteriores, tem sido mais evidente na avaliação de Condições Atuais. Esse sub-índice registrou 105,5 pontos (o maior desde nov/21 – 106,1 pontos). Na comparação com o mês anterior, houve aumento de 0,7% e em relação a junho deste ano a alta foi de 17,2%.

***

Otimismo II – O Índice de Desempenho Industrial (IDI-RS) cresceu 1%, em junho, com ajuste sazonal, recuperando parte da queda de 2,5% de maio, aponta a pesquisa realizada pela Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (FIERGS). O resultado mantém o nível de atividade do setor no RS 9,1% acima do patamar anterior ao da pandemia, em fevereiro de 2020, e encerra o primeiro semestre de 2022 com elevação de 4,4% na comparação com o mesmo período do ano passado. Dos seis componentes do IDI-RS, cinco cresceram na passagem de maio para junho: faturamento real (1,1%), horas trabalhadas na produção (1,6%), emprego (1%), massa salarial real (0,3%) e compras Industriais (1%.).  A exceção foi a utilização da capacidade instalada que caiu 1,3 ponto percentual, para 80,4%.

***

Fertilizantes – A Yara, líder mundial em nutrição de plantas, inicou o primeiro envio de fertilizantes a granel via cabotagem do país. A companhia transportará, a partir do seu píer próprio em Rio Grande (RS), 15 mil toneladas da linha de fertilizantes especiais YaraBasa, composta por NP e NPK, para sua Unidade Misturadora de São Luís (MA), atendendo assim aos agricultores da região do Matopiba (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia), sobretudo da cultura de soja. A embarcação navegará por toda a costa brasileira, sem escalas, e tem previsão de chegada na capital maranhense em aproximadamente sete dias.

***

Até a próxima!

Comentários