A CASA DO COMÉRCIO GAÚCHO – FECOMÉRCIO-RS INAUGURA NOVA SEDE

O novo e moderno espaço foi desenhado para promover o desenvolvimento do setor, dando voz e autonomia às empresas que a Fecomércio-RS representa e a toda sua base de sindicatos filiados – Foto: Carlos Macedo

Evento, que contou com a presença de representantes dos três poderes, apresentou espaço destinado a promover a inovação e o desenvolvimento de sindicatos e das empresas do setor terciário

Diante de autoridades federais e estaduais, representantes dos três poderes, a Fecomércio-RS inaugurou, nesta terça-feira, 22 de fevereiro de 2022, a nova sede da instituição – a Casa do Comércio Gaúcho. Localizado no bairro Anchieta, em Porto Alegre, o espaço de 37 mil metros quadrados, que abriga a parte administrativa da Fecomércio-RS, do Sesc/RS e do Senac-RS, foi fruto de um projeto pensado para agregar mais eficiência e inovação na condução de iniciativas e ações em favor do setor terciário no estado: “Nossa obra teve um orçamento de construção de mais de R$ 220 milhões. Além de imponente e sustentável, a nova sede ficou mais funcional, permitindo que os trabalhos de Sesc, Senac e Fecomércio sejam executados de forma ainda mais eficiente”, afirma o presidente da Fecomércio-RS, Luiz Carlos Bohn.

O presidente da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), José Roberto Tadros, compareceu à inauguração para parabenizar a entidade pela capacidade de realização demonstrada com a materialização do projeto e relembrar o papel que o Sistema Fecomércio desempenha na vida de milhões de pessoas: “Antigamente, o direito ao lazer era apenas para famílias ricas. O Sistema veio para beneficiar a todos promovendo turismo social, lazer, educação e saúde, atendendo a 23 milhões de empresas, mesmo aquelas que não tem condições de contribuir por serem pequenos negócios. Nossa atividade representa 75% do PIB e a tendência é de crescimento. É por isto que um espaço como este merece ser celebrado”.

Governador Eduardo Leite prestigiou a inauguração. Foto: Carlos Macedo.

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, saudou a conclusão do projeto ousado: “Celebramos a construção que tem certificação de sustentabilidade, algo muito importante, uma construção que se dá de forma ousada, que apoiará o desenvolvimento desta região da cidade, que ajuda no desenvolvimento humano. Um prédio moderno que vai ser um encontro de um setor importante da nossa economia”. Em seu discurso, o governador ainda lembrou reformas políticas e projetos que favorecem o crescimento do setor, como a extinção do Difal e a redução de alíquotas de ICMS, assuntos sobre os quais a Fecomércio-RS realizou amplo trabalho de sensibilização entre executivo e legislativo nos últimos anos.

O senador Luis Carlos Heinze, o deputado Daniel Trzeciak, representando a Câmara dos Deputados, o deputado Ernani Polo, que representou a Assembleia Legislativa o vice-prefeito de Porto Alegre, Ricardo Gomes, também falaram na cerimônia e focaram na necessidade de promover o desenvolvimento através de reformas para diminuir o peso da máquina pública.

Governador Eduardo Leite e o presidente da Fecomércio-RS, Luiz Carlos Bohn na inauguração do novo prédio. Foto: João Alves.

Também compareceram ao evento os presidentes e representantes das Federações do Comércio do Distrito Federal, Bahia, Goiás, Pará, Paraná, Rio Grande do Norte e Santa Catarina, deputados federais, secretários de estado, deputados estaduais, representantes do judiciário, prefeitos de várias cidades gaúchas e presidentes de entidades representativas do agronegócio, indústria e comércio.

O novo e moderno espaço foi desenhado para promover o desenvolvimento do setor, dando voz e autonomia às empresas que a Fecomércio-RS representa e a toda sua base de sindicatos filiados. O complexo conta com auditórios, salas de reuniões completas para a realização de eventos externos, dois restaurantes, cafeteria, área verde, espaço de jogos, escola de educação infantil, academia e áreas de lazer para os mais de 500 colaboradores.

O local possui a Certificação de Alta Qualidade Ambiental, reconhecimento internacional conhecido como Certificação AQUA e opera focado na sustentabilidade: energia solar a partir de 1.250 placas fotovoltaicas fornecendo o equivalente a 50% do consumo total de energia; estação de tratamento própria que trata 100% do esgoto produzido; lago artificial e uma bacia de contenção de grande dimensão, com o objetivo de drenar a água do terreno e reduzir possíveis alagamentos no entorno; sistema de pavimentação permeável e de tetos verdes, o que possibilita a captação de água da chuva de forma a atender a 100% da necessidade de água de reuso do prédio.

A inauguração do complexo representa a conclusão de um processo que foi cuidadosamente planejado ao longo de 16 anos: a compra do terreno ocorreu em 2006. Dez anos depois, em 2016, começaram as obras, um investimento de R$ 223.135.729,00. A construção terminou em julho de 2020, quando aconteceu a mudança escalonada dos funcionários da antiga sede – então localizada na Avenida Alberto Bins, no Centro da capital. E o prédio ainda receberá novos espaços.

Entre as novidades da operação, está a inauguração, no mês de março, do Lab Fecomércio – uma incubadora empresarial dedicada ao desenvolvimento de tecnologia para o comércio e serviços. Sua estrutura física, de mil metros quadrados, comportará cerca de 250 pessoas e contará com estúdio para foto, gravação e transmissão de áudio e vídeo, salas de webconferência e locais para realização de apresentações. “O Lab Fecomércio vai viabilizar o acesso a uma tecnologia digital avançada que seria cara para ser adquirida e utilizada individualmente pelas empresas e sindicatos. A ideia é priorizar empresas de micro e pequeno porte, em modelo startup, possibilitando a elas mais competitividade, ampliando mercados e cesta de produtos, mas iniciativas de qualquer porte serão bem-vindas”, destaca Luiz Carlos Bohn.

Investimento e estrutura – Nova Sede da Fecomércio-RS

Valor da obra: R$ 223.135.729,00

Área total: 37.324,61m2

Composição: torre administrativa com 9 pavimentos

Centro de convivência com 2 pavimentos

Auditório com capacidade para 1000 pessoas

2 restaurantes com capacidade total de 480 lugares

Estacionamento: 494 vagas carros e motos e 10 vagas para ônibus

Projeto: Estúdio41 – Arquitetos: Emerson José Vidigal, Eron Danilo Costin, Fabio Henrique Faria, João Gabriel de M. R. Cordeiro, Dario Corrêa Durce.

Comentários