ECOSUL CONQUISTA ISO 39001 COM FOCO EM SEGURANÇA VIÁRIA

Foto: Divulgação ECOSUL

A Ecosul conquistou a ISO 39001, uma norma certificadora internacional criada para promover a gestão da segurança viária nas organizações. Segundo o coordenador de sustentabilidade da concessionária, Alexandre Izquierdo, a certificação objetiva reduzir a incidência e risco de morte e de ferimentos graves, relacionados com acidentes rodoviários dos trabalhadores e usuários. “É uma grande conquista, já que a norma identifica os requisitos entendidos como boas práticas de gestão da segurança viária aplicáveis às organizações”, ressalta. O tema faz parte das ações sistemáticas da empresa. “Desde os investimentos em sinalização, manutenção de pavimento, campanhas educativas, ações de conscientização e todo o universo de iniciativas que tem como objetivo a fluidez e segurança nas nossas rodovias”, amplia Alexandre.

A ISO 39001 estabelece as ações de segurança no trânsito, que motivam reduzir o número de acidentes e mortes em rodovias. “Essa norma é compatível com outras, permitindo integração com sistemas de gestão e processos já implementados na Ecosul”, observa. O processo de obtenção da certificação passou por uma série de etapas, onde foram avaliadas as práticas da empresa, ações de análise dos riscos viários estabelecidas e oportunidades de melhorias, com metas e objetivos a longo prazo. “São realizadas auditorias internas periodicamente, para acompanhar se o sistema de gestão está implementado, se continua eficaz e de acordo com a norma”, complementa.

HISTÓRICO – Os investimentos em conscientização e infraestrutura para segurança viária na concessionária não são de hoje. A Ecosul conquistou entre 2011 e 2020 o marco de redução em 58% do número de acidentes, 57% no número de feridos e a diminuição de 75% em mortes nas rodovias do Polo Rodoviário Pelotas. Os dados são do desafio lançado pela Década de Ação pela Segurança no Trânsito, proclamada pela Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU), que registrou, em 2009, cerca de 1,3 milhão de mortes por acidente de trânsito em 178 países. Na ocasião, com o objetivo de reduzir em 50% esse número tão alarmante, a ONU recomendou aos países membros a elaboração de um plano diretor para guiar as ações nessa área no decênio, tendo como meta estabilizar e reduzir acidentes de trânsito. A concessionária uniu esforços e várias ações foram orquestradas. As campanhas de educação no trânsito e conscientização foram fundamentais. Além disso, a revitalização da sinalização, implantação de dispositivos de segurança viária, iluminação e o fundamental apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF) nas ações de fiscalização.

Comentários