COLUNA CAMINHOS DA ZONA SUL – DIÁRIO DA MANHÃ – 22.06.2021

CAMINHOS DA ZONA SUL_________________________Paulo Gastal Neto

www.caminhosdazonasul.com.br

A importância de um deputado federal – Conheci o Daniel Trzeciak na Universidade Católica de Pelotas, onde se formou em jornalismo. Depois viria a cursar Direito também. Fez carreira na RBS-TV mas o seu destino – desde o início se percebia – era o mundo político. Elegeu-se vereador e imprimiu um ritmo diferente e não usual ao mandato. Um exemplo que marcou:  Durante seu período como vereador em Pelotas, abriu mão de uma verba de R$ 21 mil reais para gastos com fotocópias, correios e telefone e foi criticado pelos colegas de legislatura. Nascido em Dom Feliciano, município localizado logo acima de Amaral Ferrador e Camaquã, fez a sua vida em Pelotas e a ela tem se dedicado. Fato. É uma dedicação inteira dentro das suas atribuições efetivas no que diz respeito em relação a sua ação parlamentar e suas respectivas pautas.

***

Pesquisa – Qualquer leitor – eleitor – poderá ter acesso aos dados referentes a destinação de recursos das emendas parlamentares. Seja no site da Câmara Federal – www.camara.leg.br  – ou no portal do próprio deputado – www.daniel45.com. Existem também as redes sociais – Instagram, Facebook e Twitter – onde as informações são também publicadas. Tomei a liberdade de fazer um resumo referente as essas aplicações de recursos para Pelotas e região, para que efetivamente os leitores (eleitores) tenham uma referência em torno do volume de verbas repassadas ao sul do RS. Eles por si só estabelecem a diferença entre Pelotas e região manterem um deputado federal no parlamento ou não. O caso específico escolhi o Deputado Federal Daniel Trzeciak por ter sido ele eleito determinantemente com os votos dos pelotenses, obtendo 74.789, lembrando também que Daniel é o primeiro da região de Pelotas em 16 anos.

***

Números I – Um deputado é mais do que um vigilante da democracia, um legislador, um integrante do processo decisório do país. É também um agente efetivo na contribuição com o seu estado, sua cidade, pois assim – hoje – permite a legislação. O deputado federal detém a possibilidade de distribuir recursos de forma que municípios e estados possam agregar melhorias pontuais em seus combalidos orçamentos. É dinheiro para obras, ações e compra de equipamentos que chegam diretamente na ponta mais frágil do combalido processo de distribuição de renda no Brasil. Para Pelotas já foram repassados nos anos de 2020 e 2021 mais de R$ 30 milhões de reais, sendo – R$ 18,1 milhões em infraestrutura; R$ 10, 4 milhões para a saúde; e R$ 1,7 milhão para outras áreas.

***

Números II – Na região, os números são impactantes nos orçamentos de cada município proporcionalmente. Chuí recebeu a maior emenda parlamentar de sua história. Foram R$ 500 mil reais utilizados na compra de uma retroescavadeira e um caminhão caçamba. À São José do Norte foram entregues R$ 293 mil reais em emendas, mais R$ 360 mil para uma escavadeira, R$ 250 mil para pavimentação de duas ruas, R$ 200 mil para combate a Covid; R$ 113 mil para o hospital municipal. Rio Grande recebeu recursos importantes para saúde, principalmente a Santa Casa, hospital referência para vários municípios: R$ 500 mil – Santa Casa de Misericórdia; R$ 200 mil – Associação de caridade Santa Casa; R$ 100 mil – Santa Casa do Rio Grande; R$ 200 mil – combate a Covid-19. Pedro Osório foram R$ 158 mil à Santa Casa de Misericórdia; R$ 100 mil – MDR investimento equipamento; R$ 100 mil ao festival de música nativista Terra e Cor, que serão realocados, pois não houve festival em razão da pandemia; R$ 150 mil – saúde; R$ 100 mil – combate a covid-19. Cerrito recebeu R$ 250 mil para aquisição de veículo escolar e R$ 100 mil – combate a Covid-19. Turuçu obteve R$ 400 mil para pavimentação da Av. Arthur Lange; R$ 250 mil – retroescavadeira; R$ 100 mil – combate a Covid-19. Morro Redondo teve por parte do deputado R$ 100 mil para viatura BM; R$ 142 mil ao hospital Dr. Hernesto Maurício Ardnt e R$ 100 mil – combate a covid-19. Canguçu foram R$ 300 mil à escola técnica estadual; R$ 250 mil – retroescavadeira; R$ 400 mil – hospital de caridade; R$ 300 mil – caminhão caçamba; R$ 150 mil – saúde / custeio básico; R$ 200 mil – combate covid-19. Santa Vitória do Palmar teve R$ 479 mil – Santa Casa de Misericórdia; R$ 500 mil – Escavadeira hidráulica; R$ 200 mil – Aquisição de veículo escolar; R$ 250 mil – Equipamento – MDR ; R$ 250 mil – Nova sede do corpo de bombeiros; 1 respirador – 2020 – e combate a covid-19. Arroio Grande R$ 450 mil – Santa Casa de Misericórdia – custeio e R$ 200 mil – combate covid-19. São Lourenço do Sul R$ 200 mil – escola técnica Santa Isabel; R$ 100 mil – Santa Casa de misericórdia R$ 100 mil – centro de saúde São João da reserva e R$ 200 mil – saúde – custeio básico; R$ 250 mil – agricultura – caminhão; R$ 250 mil – reforma do ginásio; R$ 300 mil – saúde – custeio básico e R$ 100 mil – combate covid-19. Cristal – R$ 250 mil – caminhão baú e R$ 100 mil – combate a covid-19. Capão do Leão R$ 150 mil – saúde e R$ 300 mil – pavimentação asfáltica. Piratini R$ 250 mil – investimento em equipamento e R$ 100 mil – combate a covid-19. Pinheiro Machado R$ 250 mil – Roçadeira hidráulica + mini carregadeira e R$ 100 mil ao combate a covid-19. Candiota R$ 300 mil para equipamentos agrícolas e  R$ 100 mil – combate a Covid-19.

***

Até a próxima!

Comentários