ESPECIAL DE DOMINGO: ROBOPEL 209 DIVULGA OFICINAS SLECIONADAS COM VARIEDADE DE TEMAS

Voltado para toda a comunidade escolar de Pelotas, o Robopel é realizado no mês de julho desde 2017, e, assim como em 2020, será realizado de forma remota e terá transmissão ao vivo no canal do YouTube do Robopel (http://bit.ly/canalrobopel), e na rede aberta de televisão pela TV Câmara (sinal aberto 21.2 e NET canal 16).

Evento será realizado novamente de forma online e com transmissão pela TV aberta

A Comissão Organizadora do Robopel, evento promovido anualmente pelo Pelotas Parque Tecnológico e parceiros na semana de aniversário de Pelotas, selecionou neste ano 29 propostas de oficinas para compor a sua programação. Com o objetivo de promover práticas de desenvolvimento da inovação e do empreendedorismo para a comunidade escolar de Pelotas e região, o evento será transmitido pela TV Câmara e no YouTube do Robopel.

Para Tiago Thompsen Primo, integrante da Comissão Organizadora do Robopel 209, Diretor Técnico do Pelotas Parque e Professor da Universidade Federal de Pelotas, é gratificante o recebimento das oficinas que colaboram para a construção da educação. “O Robopel é um evento que busca a aproximação da comunidade escolar com a educação criativa, inovadora e colaborativa. Receber propostas de alunos e professores engajados com essa ideia é gratificante para toda a comissão do evento”, destaca o Diretor.

De acordo com a Diretora Executiva do PPT, Rosâni Ribeiro, as oficinas selecionadas estão alinhadas com a inovação, com a tecnologia e promovem o empreendedorismo dos jovens de escolas públicas e privadas. “O Robopel abrange todos os propósitos do Pelotas Parque, por isso, é um evento importante e que continuamos a realizar de forma remota e respeitando o distanciamento para estender amplamente os aspectos que buscamos construir diariamente aqui no Parque para toda a comunidade escolar”, explica a Diretora.

Conheça as oficinas selecionadas
Um dos destaques na edição desse ano são oficinas de outras regiões do Estado. Como o evento será online devido à pandemia, essa adaptação abriu a oportunidade de inscrições em outras cidades, que agora também farão parte do evento consolidando o seu crescimento.

Confira a lista dos selecionados e as respectivas oficinas:

Adriane Carrilho Esperança –  Adaptação de Modelo de Ensino Híbrido para o ensino Remoto;
Adriani Mello Felix e Tais Moraes Barros – O Fantástico Mundo dos Games: Uma aventura Educacional no Google Apresentações;
Antônia Felix Cardoso – Dispenser Automático de Álcool Gel;
Bruna Amorim de Alencar Costa – Interfaces entre música e matemática através da construção de um monocórdio com a utilização de um afinador eletrônico;
Cris Elena Padilha da Silva – Animação com Scratch;
David Ferreira Vieira – O valor de um abraço;
Enzo Pedroso da Silva; Lucas Hermes de Campos; Luiz Eduardo da Silva Rodrigue; Raul do Couto Gomes – Proporção de conhecimento com live streaming;
Enzo Pedroso da Silva; Lucas Hermes de Campos; Luiz Eduardo da Silva Rodrigues; Raul do Couto Gomes – A Cultura maker e as novas perspectivas na educação;
Fabiane Weber da Silva – A utilização do kinemaster para editar vídeos na Educação Infantil;
Fabrício Burkert – Laboratório de ideias (SEBRAE);
Felipe Abreu da Silva – Promoção de conhecimento para desenvolvimento de projetos sustentáveis nas escolas;
Fernanda Tamborindeguy Moura – Recreio Virtual e suas propostas criativas;
Georgia Stella Ramos do Amaral – Certificados por Mala Direta;
Georgia Stella Ramos do Amaral – Usando áudios no Google Formulários;
Hermeto Marques Vianna Filho – Música e Tecnologia através de Apps;
Hermeto Marques Vianna Filho – Interfaces entre Música e Robótica;
Kelen Bernardi – Uma pílula de Metodologias Ativas;
Kelen Terra do Amaral Barum  – Autômatos;
Lenir Maria Rossarola – Cards com circuito de papel;
Leonardo Contreira Pereira – Sensor salinidade da água;
Lucas Hermes de Campos; Enzo Pedroso da Silva; Luiz Eduardo da Silva Rodrigues; Raul do Couto Gomes – Estudo de Desenvolvimento de Jogos;
Paula Conceição Simões – Perspectivas para a cidade pós-covid-19;
Priscila Palacio Teixeira – Alfabetização através da caixa mágica;
Rodrigo Spotorno Vieira – Reciclagem no Scratch;
Rodrigo Spotorno Vieira – Automação de horta comunitária;
Rosi Guarenti – Introdução ao Pensamento Computacional utilizando Craftbox e Computação Desplugada;
Rosi Guarenti – Educação Ambiental e Cultura Maker;
Sandra Regina Lopes – III Edição Workshop Arte Educação, Arte de Empreender com saúde. Como trabalhar os temas transversais de forma criativa nas plataformas digitais;
Thales Gonçalves Ferreira – Dando os primeiros passos com Arduino.

Sobre o Robopel 209
Voltado para toda a comunidade escolar de Pelotas, o Robopel é realizado no mês de julho desde 2017, e, assim como em 2020, será realizado de forma remota e terá transmissão ao vivo no canal do YouTube do Robopel (http://bit.ly/canalrobopel), e na rede aberta de televisão pela TV Câmara (sinal aberto 21.2 e NET canal 16).

A realização é do Pelotas Parque Tecnológico; Escola Sesi Pelotas; ELIMU; Reverso Comunicação Integrada; NTE- Núcleo de Tecnologia Educacional Pelotas/ 5ª CRE – Coordenadoria de Educação do Estado do RS; CRIE/UFPEL;  CETEP – Centro Tecnológico Educacional de Pelotas/ SMED- Secretaria Municipal de Educação; SDETI- Secretaria de Desenvolvimento, Turismo e Inovação; Câmara de Vereadores de Pelotas e TV C MARA;

O Robopel-209 conta ainda com o patrocínio da Associação Comercial de Pelotas e do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE).

Comentários