CAMINHOS DA ZONA SUL – DIÁRIO DA MANHÃ – 11.05.2021

CAMINHOS DA ZONA SUL_________________________Paulo Gastal Neto

www.caminhosdazonasul.com.br

Ela – A duplicação da BR-116 e da BR-392, no Contorno de Pelotas, entrou na sua reta final. Além de uma nova pista de rolamento, o empreendimento tem trazido melhorias como ruas laterais, pontes e viadutos. Com 96% dos serviços executados, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) tem condições de terminar as obras até o fim de 2021. Dos 23,69 quilômetros previstos para serem duplicados, 21 estão entregues ao tráfego de veículos. Neste momento as obras se concentram, principalmente, em três viadutos. Na interseção da BR-116/RS com a Avenida Cidade de Lisboa são feitas as estacas dos viadutos da trincheira. No cruzamento da BR-392/RS com a Avenida Duque de Caxias, a Autarquia trabalha na execução de aterros. Já a elevada, em construção no entroncamento da BR-392/RS com a via férrea, está na fase da superestrutura ao mesmo tempo que os aterros estão sendo executados.

***

Up – A FEPAM – Fundação Estadual de Proteção Ambiental emitiu a Licença de Operação (LO) para a Superintendência dos Portos do Rio Grande do Sul (Portos RS) referente a um sistema hidroviário entre os terminais de Rio Grande e de Porto Alegre, incluindo alguns ramais hidroviários. Essa é a primeira licença que a fundação emite para a Portos RS e também é o maior trecho hidroviário licenciado pelo órgão até hoje.vO licenciamento de hidrovias é uma atividade relativamente recente, já que antes a FEPAM emitia licenças apenas para as ações de manutenção, ou seja, para as dragagens de determinados trechos. A partir de 2018, quando o Conselho Estadual do Meio Ambiente publicou a Resolução 372, foram revisados os ramos de atividades licenciáveis do Estado e então foram iniciadas as tratativas para o licenciamento de hidrovias. “Esse licenciamento é a base para que consigamos estruturar com responsabilidade todas as operações da nossa hidrovia. Isso também estabelece uma relação segura para que possamos melhorar a sinalização e as demais ações necessárias”, afirmou o superintendente dos Portos RS, Fernando Estima.

***

Internet – Os provedores de internet locais estão em crescimento constante. É um nicho que ainda pode se expandir muito. A OSIRNET, com duas lojas em Pelotas, uma em São Lourenço, Canguçu e também Camaquã, inaugurou na semana passada em Rio Grande. A cidade, que desde fevereiro já recebe instalações do provedor, agora conta com um espaço físico para estar ainda mais próxima da empresa. A OSIRNET compromete-se em entregar uma conexão estável e de qualidade. A OSIRNET Rio Grande está localizada na Rua Aquidaban, esquina com a Travessa Presidente Kennedy. No espaço no centro da cidade, os clientes poderão realizar a contratação de planos e também solicitar os inúmeros serviços disponíveis, desde alterações cadastrais a Suporte Técnico.

***

Fiergs – A pesquisa Sondagem Industrial, divulgada pela Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (FIERGS), mostra que indústria gaúcha voltou a acelerar o ritmo em março. Operou acima da capacidade usual, expandindo a produção e o emprego. O índice de produção ficou em 56,8 pontos em março, superando a marca de 50 que indica alta em relação ao mês anterior. O valor acima da média histórica de 52,8 dos meses de março evidencia um crescimento mais intenso que o indicado pela sazonalidade. O emprego revelou o mesmo comportamento, atingiu 54,9 pontos. O aquecimento da atividade industrial no mês passado é confirmado também pela UCI, a utilização da capacidade instalada, que para um grau médio histórico de 70,7% no período, atingiu 76% em março. Da mesma forma, o índice de UCI em relação ao usual alcançou 52 pontos. Acima dos 50, indica que, na avaliação dos empresários gaúchos, a indústria operou acima do nível de UCI normal para o mês.

***

Até a próxima!

Comentários