REUNIÃO NO PORTO DO RIO GRANDE DEBATE MELHORIAS DO TRANSPORTE PARA OS CAMINHONEIROS DA REGIÃO SUL

O valor do frete mínimo para os caminhoneiros autônomos foi tema de reunião no Porto do Rio Grande. O encontro contou com a presença de empresas transportadoras, cooperativas, representantes da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e do vereador rio-grandino, Luciano Figueiredo – LUKA (MDB).

O debate acerca do tema foi um pedido do Sindicato dos Trabalhadores Autônomos de Bens de Rio Grande (Sindicam) e acolhido pela Portos RS. O frete mínimo pode ser comparado ao valor recebido pelos trabalhadores assalariados e que é pago aos caminhoneiros autônomos que realizam o transporte de cargas do cais público para os terminais portuários instalados no distrito industrial ou rotas previamente definidas. Durante a reunião também foram debatidas a necessidade de melhorar a comunicação entre os presentes, o anúncio da tabela de valores e os modelos de fiscalização.

Como resultado, foi definida a criação de uma comissão permanente que contará com a participação da ANTT, Prefeitura Municipal, Superintendência dos Portos, terminais portuários, operadores, transportadoras, cooperativas e representantes do Sindicam que se reunirão de forma periódica para debater os avanços da pauta.

Comentários