ITALIANOS DO CLUSTER EMILIA-ROMAGNA VISITAM PARQUE TECNOLÓGICO

Comitiva conhecerá o polo de tecnologia de Pelotas, no dia 13 de dezembro, após extensa agenda em Porto Alegre

Entre os dias 10 e 14 de dezembro, representantes italianos da Associazioni Clust-ER Emilia-Romagna estarão no Estado para implementar novos acordos técnicos de cooperação e apresentar os resultados do fundo europeu “Low Carbon“. A comitiva visitará o Pelotas Parque Tecnológico no dia 13 de dezembro. Para a diretora do polo de tecnologia local, Rosani Ribeiro, o intercâmbio fortalece a parceria com a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur) na busca de parcerias internacionais para a cooperação de projetos. O foco é inovação e desenvolvimento econômico em setores importantes para a cidade, entre eles alimentos, saúde e energia renovável. A ação é uma parceria da Prefeitura, através da Secretaria de Desenvolvimento, Turismo e Inovação (Sdeti), e da Embrapa Clima Temperado.

Entenda o ‘Low Carbon’

O “Low Carbon” está sendo implantando em duas lavouras de arroz e soja, conforme estabelecido no 1º Painel Internacional Brasil x Itália para o Desenvolvimento Econômico da Região Centro-Sul, que ocorreu em dezembro de 2018, em Camaquã. A organização ficou a cargo do Departamento de Desenvolvimento Econômico da Sedetur. Essa será a segunda fase e contará com visitas técnicas junto a secretarias estaduais, parque tecnológico Tecnosinos, Institutos Tecnológicos, Instituto Rio-grandense do Arroz (Irga), Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz), Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Câmara Setorial Temática/CST, pesquisadores, entidades setoriais e também o próprio Pelotas Parque Tecnológico. Atualmente, o projeto possui uma base de monitoramento em uma propriedade rural de Camaquã, na qual estudos visam a soluções tecnológicas destinadas à redução de custos e do impacto ambiental.

Comentários