CMPC – UMA UNIDADE NA ZONA SUL DO RS

    A Associação Comercial de Pelotas promove nesta quinta-feira, 21.11, mais uma edição do tradicional encontro ‘TÁ NA HORA’ Este mês o tema é de suma importância para a região sul do estado, pois a palestra será do Diretor da CMPC, Daniel Ramos. A CMPC Celulose Rio-grandense S.A. presente em 50 países e completando 10 anos no Brasil, atuando em 57 municípios do Rio Grande do Sul, como se sabe tem a ideia de construir uma unidade aqui no sul do estado. Essa foi a manifestação do diretor-presidente da empresa chilena, Hernán Rodríguez Wilson, em Porto Alegre, quando a empresa completou oito anos de Rio Grande do Sul. A planta da CMPC no estado foi adquirida junto a Fibria em 2009, no término do primeiro ano da crise financeira que abalou o mundo após setembro de 2008.

    Daniel Ramos deverá falar no encontro desta quinta-feira que faz parte dos interesses da companhia estar conectada com a base local, que inclui planos de expandir, com a implantação de uma nova unidade no Rio Grande do Sul.  O interesse está no cerne dos estudos da companhia, que condiciona os planos à remoção de um problema que ronda a CMPC e outros grupos internacionais. É um parecer de 2010 da Advocacia-Geral da União (AGU) veta a compra de áreas por estrangeiros, o que teria paralisado decisões de mais de R$ 60 bilhões em aportes nos anos recentes de diversas nacionalidades.

    A CMPC tem bem presente que qualquer decisão do grupo, mesmo com eventual acordo que mude a regra de aquisição das áreas no Brasil, não sairá antes de 2021. Projetos como estes levam sete a nove anos, que é o período de crescimento e maturação das florestas. Ou seja, são investimentos para começar a produzir além de 2028. A companhia não tem acompanhado tratativas no governo federal, nem sabe se elas estão ocorrendo. Em 2017 integrantes de entidades chilenas chegaram a se reunir com membros do governo federal em busca de solução.

    Recentemente o governador do RS, Eduardo Leite, foi ao Chile conhecer de perto todas as instalações da CMPC que tem sede naquele país e disse que o estado está aberto para toda e qualquer nova negociação, porém entende que as decisões da empresa dependem de legislação de federal. O TÁ NA HORA desta quinta-feira é excelente oportunidade para estar ao lado e questionar Daniel Ramos, em sua palestra. Daniel acaba de ganhar o Prêmio Líderes e Vencedores pela reativação do Porto de Pelotas.

     

     




    Comentários