ABERTURA OFICIAL DO PELOTAS DOCE NATAL OCORRE NESTA QUARTA-FEIRA

    Pelotas Doce Natal terá sua abertura oficial hoje, 12 de dezembro, às 21h, no Largo Edmar Fetter, onde também acontecerá a estreia do Espetáculo Doce Natal, com a tradicional chegada do Papai Noel. Em funcionamento desde o dia 06 de dezembro, o Pelotas Doce Natal conta com uma programação artístico-cultural natalina, que se estende até o dia 06 de janeiro de 2019.

    Nesta segunda-feira (10), aconteceu a apresentação especial da Banda de Concertos da Brigada Militar, que levou ao palco mais de 50 músicos da corporação. A apresentação, que aconteceu no Largo Edmar Fetter, fez a viagem entre músicas de diferentes épocas e estilos, tendo como ponto de chegada o repertório natalino. Já a partir de quarta-feira (12), estará disponível à visitação a Casa do Papai Noel, que estará em funcionamento até o dia 25/12, das 19h às 23h. O Largo Edmar Fetter, que abriga a Casa do Papai Noel, receberá o espetáculo Doce Natal até o dia 23/12, sendo ele realizado de quarta a domingo, às 21h.

    Na Praça Coronel Pedro Osório, os visitantes poderão apreciar o Show de Luzes e Águas Dançantes, que acontece diariamente, a partir das 20h30, horário em que também é possível conferir a decoração e ambientação da praça e do Largo Edmar Fetter. A programação cultural com animações, esquetes teatrais e performances artísticas, oferecidas gratuitamente à população pelotense e da Região Sul, ocorre diariamente, com início às 19h. O público também pode visitar a tradicional árvore de 15 metros de altura, montada no entorno da praça Coronel Pedro Osório, em frente ao Casarão 2, da Secretaria de Cultura (Secult).

    O Pelotas Doce Natal é realizado pela Câmara dos Dirigentes Lojistas de Pelotas (CDL Pelotas) com o apoio da Prefeitura de Pelotas, através da Secretaria de Desenvolvimento, Turismo e Inovação (Sdeti). A Programação Artístico-cultural tem como patrocinadores Bebidas Fruki, Biscoitos Zezé e Alimentos Castro, com financiamento através do Pró-Cultura – LIC RS, governo do Estado.




    Comentários