OBRAS NA BR-116 AVANÇAM E TRECHOS PODERÃO SER ENTREGUES ATÉ O FINAL DESTE ANO

Pavimentação no lote 7 – Foto: Solano Ferreira

A obras de duplicação do trecho sul da BR-116 entre Guaíba e Pelotas estão agora em um estágio que avançam lentamente. Já houve tempos piores. Seguindo o cronograma do DNIT – Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, os lotes 4, 7 e 9 encontram-se em atividade no que diz respeito a aplicação das camadas de pavimentação. Em alguns trechos já está sendo executada a terceira e última camada de asfalto.

Ainda em novembro, no lote 4, que abrange os municípios de Tapes, Arambaré e Camaquã, o consórcio construtor começou a aplicar a primeira camada de asfalto. A pavimentação está sendo realizada no perímetro urbano de Camaquã, entre os km 394,450 e 397,200 na rua lateral a direita da rodovia, no sentido Porto Alegre – Pelotas. De acordo com o engenheiro do DNIT, Adalberto Jurach, a estimativa de concluir as duas camadas de CBUQ (concreto betuminoso usinado a quente) previstas para as ruas laterais até o final do ano, assim como as sinalizações horizontal e vertical.

No lote 7, município de São Lourenço do Sul, em três quilômetros (do km 448,500 ao 451,500) foi aplicada a primeira camada de pavimento. Segundo o engenheiro do DNIT, Henrique Coelho, “pretende-se liberar até o final do ano seis quilômetros de rodovia duplicada, do km 448,500 ao km 454,500.

Localizado em Pelotas, o lote 9 está com as obras mais adiantadas e com expectativa de finalização dos trabalhos em 2019. Com 3,120 km de rodovia com a terceira camada de asfalto já aplicada (do km 505,320 ao 507,680 e do km 508,460 ao km 509,220), a construtora segue executando a pavimentação no sentido Pelotas – Porto Alegre. A expectativa é de que sejam finalizados 19,240 km (do km 490,110 ao km 509, 350) com a aplicação da última camada até dezembro.




Comentários