COLUNA CAMINHOS DA ZONA SUL – DIÁRIO DA MANHÃ – 20.11.2018

CAMINHOS DA ZONA SUL

www.caminhosdazonasul.com____________________Paulo Gastal Neto

BR-116 – Todos que acompanham este espaço no Diário da Manhã e ouvem o Pelotas Treze Horas da Rádio Universidade sabem que nossa bandeira principal tem sido a duplicação da BR-116, trecho Guaíba – Pelotas. Estamos sempre atualizando leitores e ouvintes sobre os estágios e o andamento das obras de duplicação do trecho sul. As informações mais recentes do DNIT – Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes é de que os lotes 4, 7 e 9 encontram-se em atividade no que diz respeito à aplicação das camadas de pavimentação. Em alguns trechos já está sendo executada a terceira e última camada de asfalto.

***

Ainda nos próximos dias de novembro, no lote 4, que abrange os municípios de Tapes, Arambaré e Camaquã, será aplicada a primeira camada de asfalto. A pavimentação está sendo realizada no perímetro urbano de Camaquã, entre os km 394,450 e 397,200 na rua lateral a direita da rodovia, no sentido Porto Alegre – Pelotas. A estimativa de concluir as duas camadas é até o final do ano, assim como as sinalizações horizontal e vertical. No lote 7, em São Lourenço do Sul, em três quilômetros (do km 448,500 ao 451,500) foi aplicada a primeira camada de pavimento.  A ideia é de que até o final do ano pelo menos seis quilômetros de rodovia duplicada, do km 448,500 ao km 454,500, sejam liberados. O lote 9, aqui em Pelotas, tem a expectativa de finalização dos trabalhos no ano que vem. Com 3,120 km de rodovia com a terceira camada de asfalto já aplicada (do km 505,320 ao 507,680 e do km 508,460 ao km 509,220), a construtora segue executando a pavimentação no sentido Pelotas – Porto Alegre. A expectativa é de que sejam finalizados 19,240 km (do km 490,110 ao km 509, 350) com a aplicação da última camada até dezembro.

***

Lanche A rede de ‘fast foods’ Burger King está abrindo a sua segunda loja em Pelotas.   O estabelecimento, que oferecerá o serviço de drive thru, ficará localizado no cruzamento das avenidas Ferreira Viana e Bento Gonçalves, ao lado do Hipermercado BIG. Já presente no Shopping Pelotas, a rede aposta no potencial da cidade para abrir a sua primeira loja de rua do interior do RS, fora a região metropolitana. A previsão de inauguração até o final de dezembro deste ano em Pelotas. Com esta nova loja, serão gerados 31 empregos no local.

***

Dragagem – Outro tema central para a economia regional é a dragagem do canal de acesso ao porto do Rio Grande. Até o final da primeira emana deste mês mais de 590 mil metros cúbicos já haviam sido retirados. A dragagem iniciou no dia 29 de outubro e mantém ritmo acelerado. A obra que está sendo realizada pelo consórcio Jan de Nul e Dragabrás prevê a retirada de até 16 milhões de metros cúbicos do canal que está prejudicando a segurança da navegação. A draga já havia realizado 59 ciclos de dragagem, sendo que o funcionamento da embarcação é de 24 horas por dia, sete dias por semana. No quesito meio ambiente, a dragagem do Porto do Rio Grande conta com o monitoramento da qualidade da água; o monitoramento da dragagem a partir dos sensores da draga que discriminam os locais dragados; programa de monitoramento da área de descarte; utilização de traçadores. A dragagem é uma obra do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil através da Secretaria Nacional de Portos e tem previsão de ser concluída em até 10 meses.

***

Aniversário – Aliás, na última quinta-feira, dia 15, o Porto Novo, cais público do Porto do Rio Grande, comemorou 103 anos de atividades. Além de celebrar a data, a instituição também celebra o crescimento de mais de 4% na movimentação, ultrapassando 35,9 milhões de toneladas entre janeiro e outubro. Quanto à movimentação portuária, a navegação interior teve crescimento de 17% no número de viagens de embarcações. “Principalmente em função da celulose estamos vendo a hidrovia crescer. Um grande esforço da equipe de governo, que sempre olhou e atuou para o fortalecimento da hidrovia gaúcha”, concluiu. Movimentando com mais de 90 países do mundo, o Porto do Rio Grande tem como principais destinos a China, Coreia do Sul, Marrocos, Espanha e Estados Unidos. Como principais origens das importações estão Arábia Saudita, Canadá, Rússia, Marrocos e Israel.

***

Super – Após a definição do cenário eleitoral definido e a expectativa de que R$ 13,7 bilhões sejam injetados na economia do RS a partir do pagamento do 13º salário, os supermercados do RS já iniciaram a preparação de suas lojas para a chegada daquele que tradicionalmente é o melhor período de vendas do ano, as festas de Natal e Ano-Novo. O setor deverá absorver cerca de 20% (ou R$ 2,7 bilhões) do 13º dos gaúchos, sobretudo em compras de itens típicos para as festas, como aves natalinas, bombons, espumantes, lentilha, bebidas e presentes.  A projeção é de um crescimento de 3,6% nas vendas do setor, na comparação com o Natal e Ano-Novo de 2017.

***

Até a próxima!




Comentários