PLANO DIRETOR PAUTA PRIMEIRO ENCONTRO DOS CONSTRUTORES

Divergências sobre alterações propostas pelo Executivo Municipal a partir do projeto que visa a modernização do Plano Diretor, elaborado pelo Conselho Municipal do Plano Diretor (Conplad), tomaram conta da primeira reunião-almoço do ano do Sindicato da Indústria da Construção e Mobiliário (Sinduscon) de Pelotas e Região. O encontro, realizado nesta terça-feira, no restaurante do Clube de Caça e Pesca de Pelotas, reuniu diretores de construtoras, profissionais da cadeia produtiva da construção e três vereadores: Fabrício Tavares (PSD); Luiz Henrique Viana (PSDB) e Antonio Peres (PSB).

Ao alegar o desconhecimento da classe construtora sobre as alterações feitas pelo Executivo ao texto do Conplad, as quais já enviadas à Câmara de Vereadores para análises e votações, o presidente Fabiano de Marco articulou a realização de um novo diálogo entre o corpo técnico, vereadores e representantes da classe construtora para discutir as justificativas que motivaram as mudanças no texto já aprovado pelo Conselho. A reunião será agendada pelo vereador Tavares e deverá ocorrer nos próximos dias, com  expectativa de que a prefeitura volte atrás e preserve ao máximo o trabalho já realizado.

 Dentro dos encaminhamentos da reunião, também foi anunciada a solicitação de um parecer do Conplad sobre as alterações e  a busca pela aceleração nas tramitações das votações e pareceres visando o estabelecimento de uma política clara sobre o planejamento urbano de Pelotas. “ Hoje, há três planos a serem observados: um que está em vigor, outro proposto pelo Conplad e um novo, proposto pelo Poder Executivo. Isto gera incerteza dentro da nossa classe. A definição sobre o que vai de fato valer é urgente”, defendeu o associado Pedro Brito, da Solum Construtora.

Comentários