P-67 DEIXA RIO GRANDE RUMO À CHINA

plataforma --67

Na manhã de ontem, (28.09) o casco da futura P-67 deixou o Porto de Rio Grande em direção à China, onde será transformado em plataforma para atuar na área do pré-sal. É o segundo da série de oito que estão sendo construídos por contrato entre Petrobras e Ecovix em Rio Grande. O primeiro foi entregue com um ano e meio de atraso, em dezembro do ano passado. O casco estava pronto há alguns dias e só esperava condições adequadas de navegação para deixar o porto.

Conforme o sindicato dos metalúrgicos de Rio Grande, as atividades seguem normais no Estaleiro Rio Grande, operado pela Ecovix, com 6 mil funcionários trabalhando. Ainda segundo o sindicato, houve cerca de 750 demissões, justificadas por salários demasiadamente elevados.

Conforme a empresa, dos oito cascos contratados pela Petrobras, dois foram entregues, e outros dois estão sendo montados no dique seco. São os que serão destinados às futuras P-69 e P-70. A empresa líder do consórcio Ecovix, a Engevix, teve dois altos executivos presos na Operação Lava-Jato, Gerson Almada e José Antunes Sobrinho. Conforme os trabalhadores, um administrador contratado pela empresa mantém a relativa normalidade da operação em Rio Grande.

Foto: Maurício Gasparetto / Arquivo pessoal

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.