PORTO DO RIO GRANDE É A PRINCIPAL PORTA DE ENTRADA MARÍTIMA PARA VEÍCULOS IMPORTADOS NO RS

No Brasil, o mercado de importação de veículos apresentou um crescimento expressivo nos primeiros três meses do ano. Foto: Porto de Rio Grande / Divulgação

Entre janeiro e março deste ano, o Porto do Rio Grande, administrado pela Portos RS,  consolidou sua posição como principal via de entrada para veículos importados no Rio Grande do Sul, pelo modal hidroviário. No período, a unidade riograndina recebeu 643 unidades.

Se comparado ao mesmo período do ano passado, os dados de 2024 representam um aumento de cerca de 330%, o que demonstra um crescimento do setor, além de reforçar a eficiência e a capacidade operacional do Porto do Rio Grande.

“Quando falamos da movimentação de cargas rodantes aqui pelo complexo do porto de Rio Grande, demonstramos a nossa capacidade de atendimento de múltiplas cargas. Para realizar esse trabalho, contamos com um pátio alfandegado próximo da área de cais que atende tanto as operações de importação quanto exportação de veículos. Esse aumento em relação ao ano passado demonstra que o nosso planejamento está no caminho certo”, pontuou o presidente da Portos RS, Cristiano Klinger.

Os navios utilizados nessa modalidade de operação são do tipo Roll-on Roll-off, conhecidos popularmente pela sigla Ro-Ro. Eles são especialmente projetados para permitir que os veículos sejam direcionados tanto para dentro quanto para fora da embarcação sem a necessidade de uso de outros equipamentos de carga pesada, facilitando com isso o carregamento e o descarregamento.

A metodologia além de otimizar o tempo de operação, também reduz significativamente o risco de danos aos veículos durante o processo. Esta prática reflete a busca contínua por eficiência operacional e segurança no transporte marítimo de cargas tão valiosas.

No Brasil, o mercado de importação de veículos apresentou um crescimento expressivo nos primeiros três meses do ano. Segundo a Secretaria de Comércio Exterior (Secex), dados indicam que as importações de veículos aumentaram mais de 40% no acumulado de janeiro a março de 2024, somando US$1,42 bilhão, um avanço de 46,3% em relação ao mesmo período de 2023.

No contexto nacional, a China emergiu como o principal fornecedor de veículos para o Brasil, com destaque para os carros eletrificados e híbridos, que dominaram as linhas de importação.

Texto: Assessoria de comunicação Portos RS

Jornalista responsável: Larissa Carvalho

Comentários