PRESIDENTE DA PORTOS RS APRESENTA BALANÇO DAS ATIVIDADES AO GOVERNADOR EDUARDO LEITE

O governador Eduardo Leite recebeu, o presidente da Portos RS, Cristiano Klinger. O secretário estadual de logística e transportes, Juvir Costella, e o gerente de planejamento e desenvolvimento da Autoridade Portuária, Fernando Estima, também participaram do encontro. Foto: Maurício Tonetto/Palácio Piratini

O governador Eduardo Leite recebeu, o presidente da Portos RS, Cristiano Klinger, para uma reunião de apresentação dos resultados da Empresa Pública. O secretário estadual de logística e transportes, Juvir Costella, e o gerente de planejamento e desenvolvimento da Autoridade Portuária, Fernando Estima, também participaram do encontro.

Na ocasião, foram expostos os resultados das movimentações dos três portos públicos, que cresceram 14,50% comparado ao ano de 2022. Os investimentos realizados pela Autoridade Portuária desde a mudança de autarquia para empresa pública, as obras de infraestrutura executadas, o cronograma de dragagem e os editais de chamamentos públicos de áreas arrendáveis.

Leite também foi atualizado sobre a pauta envolvendo as hidrovias gaúchas que tiveram movimentação de mais de 6 milhões de toneladas em 2023, deixando o estado mais forte e competitivo, pois este é um modal seguro e econômico para o escoamento de nossas produções, o que pode alavancar investimentos, gerando emprego e renda.

Atualmente, a maioria desta movimentação é realizada por meio de barcaças, sendo um dos focos para 2024 o aumento da movimentação de navios por meio da execução de uma dragagem como uma das formas de aumentar a competitividade da hidrovia gaúcha para navegação interior.

A consolidação do projeto de Hub Port como alternativa para otimizar a logística das operações portuárias também foi pautada. Entre os principais benefícios dos Hub Ports estão a diminuição dos custos logísticos e a melhoria do nível de serviço durante as transações de comércio internacional. A capacidade do distrito industrial de Rio Grande nessa área foi demonstrada com o projeto de transformação da Refinaria de Petróleo Riograndense (RPR) na primeira biorrefinaria do país. Investimentos na construção de áreas de armazenagem, fábrica de ureia a usina termelétrica e a marca Portos RS – Port Energy Plataform, projeto que busca o desenvolvimento de ações para produção de energia a partir de recursos naturais renováveis e a preparação dos portos para se tornar um elo logístico dessa cadeia.

Ainda durante a reunião foi feito o convite ao governador para participar da missão com a comitiva holandesa que acontece no dia 4 de março em Rio Grande. A missão holandesa busca integrar representantes do país e do Porto de Roterdã, maior porto marítimo do continente europeu, com os representantes da Portos RS para solidificar a relação já existente por meio de projetos para modernização das operações portuárias.

Texto: Assessoria de comunicação Portos RS

Jornalista responsável: Larissa Carvalho

Comentários