ESPECIAL DE DOMINGO: OBRAS DO CAMPUS DA SAÚDE DA UCPEL ALCANÇAM 40% DE CONCLUSÃO

Cerca de 40% das obras que transformam o Campus da Saúde Dr. Franklin Olivé Leite da Universidade Católica de Pelotas (UCPel) já foram entregues. Foto: UCPEL

Entrega prevista no primeiro planejamento ocorrerá em 2025. Entretanto, novo estudo poderá ampliar o projeto inicial para novas áreas

Cerca de 40% das obras que transformam o Campus da Saúde Dr. Franklin Olivé Leite da Universidade Católica de Pelotas (UCPel) já foram entregues. Com investimento próprio da instituição na casa de R$15 milhões, três novos espaços já foram entregues; outros dois prédios estão na fase de construção e um na fase de detalhamento de projeto.

De acordo com a gerente de infraestrutura, engenheira civil Débora Bourscheid, as novas áreas foram planejadas considerando acessibilidade, conforto ambiental (bem-estar acústico, térmico e de iluminação), espaços de incentivo à convivência e integração com a natureza.

Considerada a grande obra do projeto, o Prédio da Morfologia encontra-se na concretagem do segundo pavimento. Será composto por três andares, com quase dois mil metros quadrados. Abrigará dois andares de laboratórios, incluindo o de anatomia, e o terceiro um grande auditório.

Também considerada obra fundamental por ser destinada a atendimentos SUS nas áreas de ginecologia, obstetrícia, pediatria, o Prédio de Especialidades está em fase de acabamento. Em 1200 metros quadrados, seus dois andares serão divididos entre 47 consultórios médicos e salas de estudos destinadas à orientação dos alunos e à discussão de casos clínicos. Todos os consultórios de atendimento à ginecologia e obstetrícia possuem banheiro e a pediatria terá um espaço lúdico voltado ao entretenimento das crianças.

Em fase de detalhamento de projeto, encontra-se o novo prédio que abrigará o Laboratório de Simulação Realística (Simlab). Será o espaço destinado ao desenvolvimento de equipamentos eletromédicos, assim como a ampliação das práticas de simulação que já existem em outro local do Campus. Com dois andares e mil metros quadrados, será um local voltado à conexão do ensino, pesquisa e indústria, devido à parceria com a empresa Lifemed e o Hospital Universitário São Francisco de Paula (HUSFP).

O prédio principal também recebe obras para qualificação de sua estrutura. Conforme Débora, 30% do espaço sofre intervenção para readequar os ambientes em novos consultórios médicos, salas de estudo, salas de aula e sala de coordenação. O final desta intervenção está previsto para 2024.

O novo Campus da Saúde Dr. Franklin Olivé Leite vem sendo reconfigurado devido à ampliação das vagas do curso de Medicina da UCPel, atualmente a maior Faculdade de Medicina do Rio Grande do Sul. Foto: UCPEL

Obras finalizadas

Dois prédios cem por cento novos já foram finalizados. O prédio administrativo já está em uso e qualificou o espaço onde ocorre o agendamento de consultas de pacientes do SUS. Mais de três mil pessoas ao mês passam pelo local que tem 190 metros quadrados.

Finalização mais recente, o refeitório é um local destinado a alunos e funcionários que passam o dia no Campus da UCPel. Seis microondas, máquina de água quente, televisão, espaço interno com mesas e cadeiras, deck com mobiliário externo compõem o espaço destinado ao descanso e alimento. Internamente, o espaço comporta 42 pessoas sentadas e, externamente, 24. Na parte de trás da nova construção estão disponíveis novos vestiários e sanitários.

O primeiro prédio foi entregue no final de 2022 e abriga o Serviço de Arquivo Médico e Estatística (SAME), o almoxarifado e o setor de manutenção.

Para qualificar a estrutura tanto para alunos e professores da UCPel quanto para pacientes, os projetos estão sendo executados levando em consideração bem-estar, acessibilidade, convivência e integração com a natureza, explica a gerente de infraestrutura. Foto: UCPEL

Novo campus 

O novo Campus da Saúde Dr. Franklin Olivé Leite vem sendo reconfigurado devido à ampliação das vagas do curso de Medicina da UCPel, atualmente a maior Faculdade de Medicina do Rio Grande do Sul. Além de ser um local de prática acadêmica, também é um espaço destinado ao atendimento de pacientes encaminhados pelo SUS em 32 especialidades médicas. Anualmente, mais de 40 mil atendimentos ambulatoriais são realizados anualmente no Campus.

Para qualificar a estrutura tanto para alunos e professores da UCPel quanto para pacientes, os projetos estão sendo executados levando em consideração bem-estar, acessibilidade, convivência e integração com a natureza, explica a gerente de infraestrutura.

Da mesma forma, também levam em consideração a necessidade de reaproveitamento de materiais, mobilidade dentro do campus, novas áreas verdes integradas a espaços de uso comum. Vem sendo estudada a criação de uma segunda entrada para o Campus, assim como a possibilidade de ampliação do projeto atual para a construção de novos espaços.

Redação: Rita Wicth – MTB 14101

Comentários