ECOSUL COM AÇÃO DE CONSCIENTIZAÇÃO DO “MOVIMENTO AFASTE-SE” NA BR- 116

Iniciativa, que teve início na CCR, e agora está presente em todas as concessionárias do grupo EcoRodovias, alerta motoristas sobre os comportamentos que devem adotar caso observem um atendimento na pista

A fim de proteger os profissionais que atuam salvando vidas na prestação de atendimento médico em acidentes rodoviários, além das equipes de socorro mecânico, de obras e de manutenção, a EcoRodovias aderiu ao “Movimento Afaste-se”, lançado pela CCR Rodovias. Na região Sul, a Ecosul promoveu ação da campanha no km 556 da BR-116/RS, na Ponte sobre o Rio Piratini. “É comum vermos nas pistas alguns motoristas que, ao avistarem um atendimento a acidente em rodovia, por exemplo, se aproximam por curiosidade. A campanha tem foco na conscientização destes riscos”, destaca o Diretor-Presidente das Concessões Ecopistas, Ecovias, Ecosul, EcoNoroeste e Ecovias do Araguaia, Rui Klein. Ele alerta para a importância da iniciativa já que esse tipo de comportamento coloca em risco a segurança das equipes de atendimento e de todos que trafegam na via.

A EcoRodovias, que hoje é o grupo com a maior extensão de rodovias do país, vai instalar faixas, painéis e cartazes da campanha ao longo de mais de 4 mil quilômetros rodovias atualmente sob operação de onze concessionárias em oito estados brasileiros. Nesse conjunto de rodovias, trabalham 2.328 pessoas na operação do tráfego. Diariamente, as concessionárias do grupo chegam a registrar 1.552 ocorrências nas pistas, em média. A maioria são casos de panes (mecânica, elétrica ou seca) ou pneu furado que, no ano passado, somaram 271.555 ocorrências. “É uma satisfação ter a EcoRodovias aderindo ao Movimento Afaste-se, ação de segurança viária que tem como objetivo mudar a cultura dos motoristas que trafegam pelas rodovias do Brasil. Estamos criando uma grande corrente de segurança entre as concessionárias, espalhando esta semente para as principais rodovias do país e quem sabe transformar o Movimento Afaste-se em projeto de lei”, explica Eduardo Camargo, presidente da CCR Rodovias. A iniciativa também será ampliada nas redes sociais do grupo e de suas unidades. “Com esse importante movimento, vamos focar esforços para conscientizar os motoristas sobre os riscos que infligem ao expor as equipes que trabalham nas rodovias”, explica Alberto Lodi, Diretor-Presidente das Concessões Ecoponte, EcoRioMinas, Eco101, Ecovias do Cerrado, Eco050 e Eco135. As principais mensagens irão orientar o condutor a mudar de faixa sempre que possível e seguro quando avistarem uma situação que envolva qualquer tipo de atendimento ou obras. Também serão orientados a reduzir a velocidade do veículo em até 40 km/h a menos que o limite regulamentado para o trecho. De forma objetiva, os painéis eletrônicos de mensagens variáveis das rodovias trarão frases como:

– Afaste-se: ao notar um veículo em atendimento, mude de faixa. Preserve a vida de quem trabalha na rodovia.

– Afaste-se: ao observar uma viatura em atendimento, reduza a velocidade. Preserve a vida de quem trabalha na rodovia.

A empresa lembra que, além das equipes de suas concessionárias, também trabalham nas pistas profissionais da Polícia Militar Rodoviária, do SAMU e do Corpo de Bombeiros. A EcoRodovias alerta os motoristas para a principais atitudes que devem ser tomadas em casos de ocorrências ou obras na rodovia:

– Mantenha-se a uma distância segura;

– Reduza a velocidade, mas não pare;

– Quando possível, mude de faixa;

– Mantenha o foco, procure não se distrair com a ocorrência.

Lei norte-americana

O “Movimento Afaste-se” foi desenvolvido no Brasil pelo Grupo CCR e baseia-se na “Move Over Law”, uma lei originada dos Estados Unidos depois do falecimento do paramédico James Garcia, num acidente de trânsito, em 1994, na Carolina do Sul. Garcia estava trabalhando na rodovia no momento do acidente. A lei norte-americana exige que todos os condutores devem reduzir a velocidade e mudar imediatamente de faixa quando o motorista ver parado no acostamento ou no meio-fio, viaturas que estejam prestando serviços e que tenham as luzes de emergência acesas. O desrespeito a essa lei é passível de multa nos Estados Unidos.

No Brasil, o Código de Trânsito estabelece que o condutor deve “guardar distância de segurança lateral e frontal entre o seu e os demais veículos, bem como em relação ao bordo da pista, considerando-se, no momento, a velocidade e as condições do local, da circulação, do veículo e as condições climáticas”. No entanto, ainda não há legislação específica ou orientação equivalente à lei norte-americana para proteção das equipes de atendimento.

Sobre a EcoRodovias

A EcoRodovias é a operadora com maior extensão de malha rodoviária do país. Subsidiária do Grupo ASTM, atualmente administra 11 concessões de rodovias que somam 4,7 mil quilômetros de extensão em oito estados nas regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste, Norte e Nordeste. Ao longo de mais de 20 anos, a EcoRodovias está presente em corredores rodoviários de escoamento da produção agrícola e industrial, bem como em relevantes eixos turísticos do país, viabilizando caminhos nunca antes imaginados. Integra importantes carteiras relacionadas a práticas ambientais, sociais e de governança, tais como Novo Mercado da B3 e o Índice de Sustentabilidade Empresarial. Possui diversas certificações internacionais, incluindo a ISO 37001, de combate ao suborno. Para mais informações, acesse www.ecorodovias.com.br.

Comentários