LIFEMED E SEBRAE-RS SELAM PARCERIA PARA GERAR QUALIFICAÇÃO DE FORNECEDORES

O Programa de Desenvolvimento de Fornecedores irá capacitar empreendedores locais com foco para a otimização de processos, gestão e prospecção de novos fornecedores. Foto: Lifemed / Divulgação-Internet

Parceria irá qualificar fornecedores da saúde da Região Sul

O mês de março marca o início de uma importante parceria que irá agregar valor à cadeia da saúde de Pelotas e de toda a Região Sul. Realizado a partir de uma parceria entre Sebrae RS e Lifemed – uma das maiores Indústrias do setor da saúde do Estado -, o Programa de Desenvolvimento de Fornecedores irá capacitar empreendedores locais com foco para a otimização de processos, gestão e prospecção de novos fornecedores.

Segundo a coordenadora de projetos de saúde do Sebrae RS,  Ana Paula Rezende, serão 40h de intervenção customizadas para cada empresa, baseado na matriz de necessidade de cada negócio construída a partir do diagnóstico aplicado pelo Sebrae RS em pequenos empreendimentos dos segmentos de usinagem, cabragem, embalagem, chaparia, rotulagem, etiqueta e impressões. Entre os principais conteúdos a serem trabalhados estão práticas eficazes de gestão e otimização de processos através de um com a avaliação de diagnóstico, plano de ação personalizado, mentorias e consultorias individualizadas.

“O Sebrae RS e a Lifemed estão unindo forças e investindo na qualificação para melhorar a gestão dos pequenos negócios e fomentar o desenvolvimento econômico na região Sul do Estado. Nosso objetivo é promover a inserção competitiva e a melhoria do desempenho das pequenas empresas na cadeia de valor da Lifemed, por meio de relacionamentos cooperativos de longo prazo e mutuamente atraentes para ambas as partes”, explica.

De acordo com o gerente da cadeia de suprimentos da Lifemed, Rodrigo Martirena, a empresa atua permanentemente na busca da melhoria contínua dos processos internos relacionados ao fortalecimento da cadeia produtiva em que atua. “O desenvolvimento da Lifemed sempre foi pautado por iniciativas criativas e inovadoras e, como protagonista de um novo cenário para o setor hospitalar nacional e mundial, precisamos estar preparados para as demandas que o progresso científico e industrial brasileiro está construindo”, comenta.

Comentários