REUNIÃO DA FECOMÉRCIO-RS COM SINDILOJAS COSTA DOCE DEBATE PROPOSTA PARA 2023

Durante a reunião de aproximação entre a Federação e a base econômica da sociedade, foi tratado sobre arrecadação do próximo ano, projeção econômica para a cidade de Camaquã e região, e também frentes econômicas que podem levar a cidade a estabilidade financeira e fiscal através de melhorias realizadas em conjunto. Foto: Guilherme Porto da Estúdio Express.

Na tarde de terça-feira (08/11) o presidente da Fecomércio-RS, Luiz Carlos Bohn, foi recebido pelo presidente do Sindilojas Costa Doce, Fabrício Bartz, o vice-presidente da Fecomércio-RS, José Otávio Morais, além do prefeito de Camaquã, Ivo de Lima Ferreira, o vice-prefeito, Abner Dillmann, e o presidente da câmara de vereadores, Vinícius Araújo.

Durante a reunião de aproximação entre a Federação e a base econômica da sociedade, foi tratado sobre arrecadação do próximo ano, projeção econômica para a cidade de Camaquã e região, e também frentes econômicas que podem levar a cidade a estabilidade financeira e fiscal através de melhorias realizadas em conjunto.

A visita ocorreu na data em que também é realizada a 14ª edição do Moda Camaquã, que propõe a conexão entre setor primário e secundário, e é realizado pelo Sindilojas Costa Doce. “Essa é uma visita regular, que coincidiu com este momento especial de Camaquã. E hoje, estamos aqui para ouvir a base da Federação. Nossa atuação tem dois grandes motivos para acontecer: a regulamentação para o bem da economia e do trabalhador. Para podermos dar ganhos reais ao trabalhador através da qualificação e da projeção de ações para o bem-estar, mas também a defesa do empresário através da fiscalização de excessos de regulamentação e burocratização por parte do poder público”, afirma o presidente da Fecomércio-RS.

O prefeito de Camaquã pontuou sobre a preocupação com a arrecadação de 2023, mas reforçou que o trabalho conjunto que tem sido realizado faz com que a gestão da cidade seja beneficiária para a população, “temos a visão de estar juntos da sociedade através das entidades. Estamos trabalhando em reformas administrativas e previdenciárias que devem beneficiar a população nos próximos anos”, reforça.

Para o presidente do Sindilojas, as atividades realizadas em conjunto com aporte da prefeitura e da Câmara de Vereadores, é o que tem feito a economia local manter a estabilidade e ter uma projeção positiva. “Temos diversas atividades do Sistema, hoje o Moda Camaquã, na próxima semana o Sesc Circo, e mais para frente, o Liquida Costa Doce, melhorando a economia. Uma parceria e união entre poder executivo, legislativo e Sistema trabalhando juntos pela cidade”.

As ações são reforçadas pelos diretores de Sesc e Senac que estiveram presentes na reunião. Daniel Sperb, do Sesc Camaquã, informou que a parceria com a prefeitura de Camaquã e com o Sindilojas Costa Doce, fez com que a realização do Sesc Circo fosse possível na cidade pela primeira vez. E para Denise Sefrin, do Senac Camaquã, a união foi incentivadora para que haja melhorias na Escola do Senac que prevê espaços de inovação que deve ser inaugurado no próximo ano.

Para o presidente do Sindilojas, as atividades realizadas em conjunto com aporte da prefeitura e da Câmara de Vereadores, é o que tem feito a economia local manter a estabilidade e ter uma projeção positiva. “Temos diversas atividades do Sistema, hoje o Moda Camaquã, na próxima semana o Sesc Circo, e mais para frente, o Liquida Costa Doce, melhorando a economia. Foto: Guilherme Porto da Estúdio Express

Comentários