EDUARDO LEITE REELEITO GOVERNADOR DO RS

‘Esta terra quer a paz’, diz Eduardo Leite, governador reeleito do RS — Foto: Reprodução/RBS TV

Candidato do PSDB teve sua vitória oficializada por volta das 19h deste domingo (30)

Eduardo Leite (PSDB) rompeu uma tradição e tornou-se o primeiro governador a se reeleger no Rio Grande do Sul. Diferente do primeiro turno, quando ficou em segundo lugar na disputa, atrás de Onyx Lorezoni (PL), desta vez Leite se manteve na vantagem desde o início da apuração, pouco depois das 17h. Com 89,63% das urnas apuradas, Leite recebeu 3.331.586 votos (57,10%) e Onyx 2.502.953 votos (42,90%).

O tucano voltará a governar o Estado em janeiro de 2023. Ele esteve no comando do Palácio Piratini de 2019 até março deste ano, quando renunciou. Durante a campanha, o candidato se colocou como terceira via, não apoiando nenhum dos dois principais candidatos à Presidência.

O governador eleito é natural de Pelotas, cidade do interior do Rio Grande do Sul, onde iniciou a sua vida pública, aos 19 anos. Apesar de ser o mais novo entre os candidatos que disputaram o Piratini neste ano, Leite possui mais de duas décadas de vida pública. Iniciou sua trajetória na disputa para vereador na sua cidade natal.  Após passar por diversas frentes políticas, além de vereador, foi prefeito e depois se tornou governador do Rio Grande do Sul, posto que renunciou em março de 2022.

Novo vice-governador, Gabriel Souza é natural de Tramandaí, cidade do litoral do Rio Grande do Sul. Em segundo mandato como deputado estadual, ele foi presidente da Assembleia Legislativa em 2021, além de líder da bancada e presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Entre junho de 2016 e dezembro de 2018 foi líder do governo de José Ivo Sartori (MDB). Assim como Eduardo Leite (PSDB), o vice-governador está envolvido na política desde muito jovem, foi um dos mais jovens líderes de governo e possui uma extensa trajetória política, localizada em vários âmbitos.

Comentários