DINAMARCA ESTUDA INVESTIMENTO EM ENERGIA EÓLICA NO RS

Investidores dinamarqueses avaliam instalar usinas eólicas nas águas da lagoa dos Patos para a geração de energia elétrica.

Projeto para geração a partir do vento na lagoa dos Patos ainda depende de estudo técnico, de zoneamento e de impacto ambiental

Investidores dinamarqueses avaliam instalar usinas eólicas nas águas da lagoa dos Patos para a geração de energia elétrica. A proposta foi tratada em reunião on-line promovida pela secretária de Relações Federativas e Internacionais, Patrícia Kotlinski, com o embaixador da Dinamarca, Nicolai Prytz.

No mesmo ambiente virtual, o presidente Copenhagen Infrastructure Partners (CIP) e Copenhagen Offshore Partners (COP) no Brasil, Diogo da Nóbrega, e o diretor de Desenvolvimento Técnico, Gabriel Zeitouni, apresentaram projeto, destacando a proximidade da lagoa com linhas de transmissão de energia e o acesso estratégico ao porto do Rio Grande.

A proposta, que ainda depende de estudos técnicos, de zoneamento e de impacto ambiental, já havia sido tratada, em fevereiro, pelo governador Eduardo Leite com o embaixador da Noruega, Odd Magne Rudd. Na reunião, também realizada em Brasília, Leite apresentou os projetos do Estado para obtenção de hidrogênio verde em busca da descarbonização do Rio Grande do Sul.

Participaram da reunião virtual conduzida pela secretária Patrícia Kotlinski na quarta-feira (13/4), a secretária do Meio Ambiente e Infraestrutura, Marjorie Kauffmann, o subchefe-geral da Casa Civil, Paulo Pereira, e o coordenador setorial da Procuradoria-Geral do Estado (PGE) na Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura, Juliano Heinen, entre outros.

Texto: Ascom Serfi
Edição: Secom

Comentários