AUDIÊNCIA PÚBLICA NA CÂMARA DE VEREADORES DE RIO GRANDE DEBATEU A SITUAÇÃO DOS PORTOS GAÚCHOS E AS ESTRATÉGIAS PARA O FUTURO

Estima trouxe aos presentes no plenário, e também para aqueles que assistiram à audiência pela TV Câmara, uma exposição com informações sobre os portos do Rio Grande do Sul e sua infraestrutura de terminais públicos e privados. Além disso, apresentou a movimentação dos portos gaúchos no primeiro bimestre de 2022, que foi considerada a melhor de sua história.

O superintendente da Porto RS, Fernando Estima, participou na semana passada de uma audiência pública proposta pelo vereador Luciano Figueiredo (Luka – MDB), no plenário da Câmara de Vereadores de Rio Grande. Na ocasião, foi abordado o tema A Situação dos Portos do Rio Grande do Sul e as Estratégias Adotadas para o Futuro.

O ato foi proposto pelo parlamentar em razão da mudança de natureza jurídica de autarquia para empresa pública, a qual a Superintendência do Porto do Rio Grande (Suprg) está passando para se transformar em Portos RS. Atualmente ela já é responsável pela administração do sistema hidroportuáro, porém passará a ter mais autonomia em suas ações.

Estima trouxe aos presentes no plenário, e também para aqueles que assistiram à audiência pela TV Câmara, uma exposição com informações sobre os portos do Rio Grande do Sul e sua infraestrutura de terminais públicos e privados. Além disso, apresentou a movimentação dos portos gaúchos no primeiro bimestre de 2022, que foi considerada a melhor de sua história.

O Porto do Rio Grande, em especial, conta com um dos maiores e principais distritos industriais do estado, com área de 2.580 hectares, onde estão inseridas importantes indústrias que movimentam a economia gaúcha. O projeto Rio Grande Porto Indústria foi apresentado, assim como os investimentos de mais de R$ 9 bilhões projetados para os próximos anos.

O tema referente às hidrovias também foi trazido por Fernando, que situou a comunidade sobre a importância da navegação pela Lagoa dos Patos, que hoje se caracteriza como a principal via de ligação lacustre entre os portos de Porto Alegre e Pelotas. É por ela que viajam até Rio Grande os produtos e granéis vindos da região metropolitana da capital.

Atendendo ao eixo central da audiência, a transformação de autarquia para empresa pública foi explicada, assim como as reuniões realizadas com o Ministério da Infraestrutura e todo o caminho percorrido para a consolidação da mudança. Estima afirmou que isso possibilitará uma gestão ainda mais profissional e pautada na legislação reguladora das empresas públicas.

De acordo com o vereador Luka, nunca havia acontecido uma audiência pública com essa temática na Casa. ?Como sou um agente político muito ligado ao Porto, ao caminhoneiro e à retroárea, entendo que tenham muitos pontos a ser debatidos e é um excelente começo nos iniciarmos esse debate na casa legislativa mais antiga do estado?, afirmou.

Texto e edição: Rodrigo de Aguiar

Foto: Divulgação/Portos RS

Jornalista responsável: Larissa Carvalho

Comentários