PELOTAS PARQUE TECNOLÓGICO E BRDE FIRMAM ACORDO DE COOPERAÇÃO

O Pelotas Parque Tecnológico e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) firmaram no início deste ano um acordo de cooperação técnica pelo próximo biênio. Marcando os cinco anos de atividades do Parque e 60 anos de atividades do Banco, novo parceiro do PPT, o acordo visa o fortalecimento dos negócios e da inovação junto ao programa BRDE Inova.

Com a atuação do programa BRDE Inova e a promoção do desenvolvimento científico, tecnológico e educacional na região sul, o acordo prevê a realização de eventos de empreendedorismo junto com as incubadoras parceiras, Conectar – UFPel; Ciemsul – UCPel, O Senatec da Faculdade de Tecnologia Senac, e IFSul, com 18 ações apoiadas através da parceria.

Para a Diretora Executiva do PPT, Rosâni Ribeiro, a parceria com o BRDE é muito significativa, com a referência de 60 anos de desenvolvimento do banco no Sul do Estado, e no ano em que o Parque completa cinco anos de atividade. Nossos objetivos estão conectados, e agora, com estas ações conjuntas,  poderemos levar o desenvolvimento às empresas atendidas e vinculadas ao PPT e do movimento Candy Valley”, enfatizou.

De acordo com a Diretora-Presidente do BRDE, Leany Lemos, o banco tem buscado aproximação com empresas, universidades, entidades associativas e incubadoras no ecossistema de inovação do Rio Grande do Sul.

Lemos enfatiza que fomentar o empreendedorismo e estimular a criação de soluções e desenvolvimento sustentável são objetivos institucionais do BRDE: “Estes objetivos estão totalmente sintonizados com as ações que o Pelotas Parque Tecnológico promove em 2021. O banco apoia essa programação, acreditando fortemente no potencial da parceira”, avalia a diretora.

Parceria em eventos

Com o intuito de abordar temas de relevância para empreendedores e empresários vinculados ao ecossistema do Parque, os temas debatidos serão focados em Inovação, Tecnologia, Gestão e Empreendedorismo. A proposta integra a marca e missão do BRDE no desenvolvimento dos negócios e das regiões do RS, a partir do setor produtivo em parcerias com o governo e instituições de ensino e pesquisa.

De março a dezembro serão desenvolvidos 18 eventos com empresas residentes no PPT, com oficinas de Design Thinking, Desafios tecnológicos, rodadas de investimentos com aceleradoras, eventos de networking entre empresas residentes e potenciais clientes, e o evento Robopel, com oficinas de metodologias educacionais com uso de ciência para alunos do ensino público fundamental e médio, visando a oferta de 50% das vagas para meninas em cursos de programação.

Comentários