PELOTAS TEM NOVA INDÚSTRIA DE PESCADO

Estrela do Mar é o terceiro empreendimento do ramo no Município e mais três estão em processo de construção

Uma nova agroindústria de pescado se instalou em Pelotas. Estrela do Mar, na Colônia de Pescadores Z3, recebeu o registro no Sistema de Inspeção Municipal (SIM), número 058, e opera em área com mais de 364 metros quadrados divididos em 27 peças. É o terceiro empreendimento do ramo na cidade e há mais três em construção. Machinho Peixe e Verdes Mares são as duas, até então em operação, com a participação da Prefeitura na elaboração das plantas de suas sedes e na liberação de licenças. Por intermédio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), o Município fomenta a expansão de agroindústrias – com mais força a partir da Lei 6.488/2017, que instituiu a Política Municipal de Agroindústria Familiar Rural e de Pequeno Porte de Processamento Artesanal. “Equipe multidisciplinar da Prefeitura está em atividade para apoiar iniciativas de expansão do número de agroindústrias. O pescado, por exemplo, faz parte dos alimentos perecíveis, que precisam de cuidados especiais para garantia da saúde do consumidor. A agroindústria do ramo é fundamental para desenvolver o processamento de forma adequada. Por isso, não se medem esforços para o crescimento do setor, visando ao atendimento da demanda da pesca artesanal local”, justifica o secretário Jair Seidel.

Detalhes da Estrela do Mar

A Estrela do Mar oferecerá peixe congelado, entre filés e inteiros eviscerados, além de camarão fresco e congelado. Na sede da agroindústria, há os setores de recepção do peixe fresco, de seleção e classificação, de retirada de escamas, corte de cabeça, evisceração e filetagem, e o de embalagem. A área construída possui almoxarifado de uniformes e de produtos químicos, sala oficial de inspeção com banheiros, depósitos de resíduos sólidos e de lixo seco, barreira sanitária, túnel de congelamento, embarque de expedição, câmara fria de congelados e de peixe fresco, depósito de embalagens de papelão e de plástico, câmara de espera, sala fria, lavagem de caixas (interno e externo), sala de processamento, silo de gelo, vestiários e banheiros feminino e masculino e escritório. Seidel, avaliando o crescimento de agroindústrias em Pelotas, diz que “A industrialização, por meio de pequenas, médias ou grandes unidades resulta em complexos propulsores do progresso e do aumento de riquezas e do desenvolvimento mais equilibrado dos municípios.”

Comentários