CMPC RECEBE PRÊMIOS POR DESEMPENHO FINANCEIRO, GESTÃO, PRÁTICAS SUSTENTÁVEIS E COMBATE À COVID-19

Companhia vem sendo reconhecida por sua atuação tanto em âmbito regional como nacional

Maior indústria do Rio Grande do Sul, a CMPC recebeu quatro reconhecimentos por seu desempenho financeiro, gestão de pessoas, práticas sustentáveis e combate ao coronavírus. Os prêmios atestam a excelência das iniciativas que a empresa tem desenvolvido ao longo dos últimos meses em meio a uma revolução de tecnologias, tendências e novos hábitos.

Depois de ter sido eleita a maior e melhor empresa no setor de Papel e Celulose pelo Prêmio Valor 1000, em 2019, na edição de 2020, a CMPC conquistou o 1º lugar em margem de Ebtida e foi considerada a maior e melhor empresa do setor na Região Sul. Recentemente também ficou em 1º lugar em Gestão de Pessoas e 2º lugar em Desempenho Financeiro no Anuário Época Negócios 360º, além de vencer nas categorias Multipúblicos e Gestão de Crise no Prêmio Aberje Região Sul, maior premiação da área de Comunicação do País. Em março deste ano, a companhia obteve, ainda, destaque  como a empresa mais lembrada e preferida pelos gaúchos na categoria Marca Ambiental do 22º Prêmio Marcas de Quem Decide, promovido pelo Jornal do Comércio.

Mauricio Harger, diretor geral da CMPC Celulose Riograndense no Brasil. Foto: Felipe Nogs/ Agência Preview

“Não há uma fórmula, mas há as empresas que acreditam em propósitos como a CMPC. Isto dá uma visão de longo prazo, um planejamento sustentável e proporciona humanidade para entender que o relacionamento com pessoas e meio ambiente é fundamental para prosperar”, afirma Mauricio Harger, diretor-geral da CMPC no Brasil.

A liderança da companhia compartilha da visão de que essas conquistas se devem ao esforço e empenho de todos os colaboradores e prestadores de serviços, à busca constante pela eficiência operacional e às iniciativas realizadas com base no propósito dos 3 C’s, que são: criar soluções inovadoras a partir da celulose, conviver com as comunidades vizinhas, promovendo ações voltadas à educação, geração de renda e qualidade de vida, e conservar os recursos naturais por meio da prática da gestão ambiental adequada de todos os processos produtivos, além de atitudes rápidas e precisas que geram resultados expressivos.

“Estamos deixando um legado muito importante, com destaque para o fato de que adotamos uma postura diferente e entendemos que nossa atividade, por si só, é sustentável, ajuda a mudar o mundo e mostra que existem outras formas de crescer economicamente e de consumir de forma consciente”, completa Daniel Ramos, diretor de Relações Institucionais, Comunicação e Sustentabilidade da companhia.

Sobre a CMPC

A unidade da CMPC Brasil fica localizada no Rio Grande do Sul, faz parte do grupo chileno CMPC e produz 1,9 milhão de toneladas de celulose, matéria-prima biodegradável para fabricação de produtos de higiene pessoal (tissue), embalagens para medicamentos e alimentos, presente em vários outros itens do cotidiano das pessoas. A empresa gera 6,5 mil postos de trabalhos diretos e, considerando os empregos indiretos e induzidos, é responsável pela criação de 45 mil empregos, sendo a maior indústria do estado. A sustentabilidade é um dos propósitos da companhia, que está presente no Brasil desde 2009, e é uma empresa da nova bioeconomia, recirculando 99,8% de seus resíduos sólidos, que são transformados em 15 novos produtos, desde matéria-prima para produção de cimento e painéis de madeira até corretivo de PH do solo e fertilizantes orgânicos. Em 2020, o grupo CMPC comemora 100 anos de atuação no mundo e conta com mais de 17 mil colaboradores em oito países. Outras informações estão no site http://www.cmpc.com.br/.

Comentários