PREFEITA PAULA ANUNCIA HENRIQUE PIRES NA ADMINISTRAÇÃO

    Com experiência profissional nas áreas de Comunicação, Cultura e Relações Institucionais, o especialista em Políticas Públicas passa a integrar o primeiro escalão da gestão a partir desta quinta-feira

    O jornalista Henrique Pires é o novo assessor especial da Prefeitura de Pelotas. O anúncio foi feito pela prefeita Paula Mascarenhas, ao lado do vice Idemar Barz, na manhã desta quarta-feira (22), em seu gabinete. Graduado em Estudos Sociais pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e especialista em Políticas Públicas pela Universidade de Salamanca, na Espanha, Pires recentemente ocupou o cargo de secretário especial de Cultura, do Ministério da Cidadania, e volta a Pelotas depois de oito anos residindo em Brasília, onde atuou como chefe de gabinete dos ministros de Estado, Osmar Terra e Alberto Beltrame, no Ministério de Desenvolvimento Social.

    De acordo com a prefeita, o convite para integrar a equipe da Prefeitura foi motivado pelo vasto currículo do assessor e pelo seu histórico nas áreas de comunicação, cultura, relações institucionais e políticas no serviço público. “Com toda esta experiência, o Henrique só tem a contribuir para a nossa gestão e para o município que o acolheu. Certamente, ele vai trazer uma grande qualidade técnica, política e humana”, ressaltou Paula, afirmando que o jornalista atuará diretamente ao seu lado, na articulação de diversas pautas estratégicas para o governo.

    Nascido em Pedro Osório, Pires tem histórico pessoal e profissional ligado à Princesa do Sul, na qual já atuou secretário municipal em duas ocasiões, nas pastas de Cultura, Lazer e Turismo, e também, de Comunicação no governo Bernardo de Souza – época em que foi colega da prefeita Paula Mascarenhas. “É uma alegria poder voltar a trabalhar com a Paula”, afirmou o assessor, que assume o cargo nesta quinta-feira (23).

    Quem é o assessor
    Em Pelotas, Pires integrou o cenário cultural como diretor do Theatro Sete de Abril – que atualmente está sendo restaurado pela Prefeitura –, presidiu o Instituto João Simões Lopes Neto e a extinta Fundação de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo de Pelotas (Fundapel). Na UFPel, foi diretor do Departamento de Arte e Cultura e colaborou para a criação dos cursos superiores de Cinema e Animação e Teatro. Também possui especialização na Escola Nacional de Administração Pública, vinculada ao Ministério da Economia, e foi assessor de relações governamentais do Grupo RBS, em Brasília.




    Comentários