AGRO: CLIMA ATRASA PLANTIO DAS LAVOURAS DE ARROZ NA METADE SUL DO RS

    No mesmo período de 2018, 60% da semeadura já estava realizada /CAMILA DOMINGUES/PALÁCIO PIRATINI/JC

    DO JORNAL DO COMERCIO
    O clima chuvoso das últimas semanas, especialmente na Metade Sul do Estado, tem atrasado a implantação das lavouras de arroz gaúchas, de acordo com o Informativo Conjuntural da Emater divulgado nesta quinta-feira. Atualmente, 53% da área prevista para a cultura no Rio Grande do Sul está com o plantio realizado. Em 2018, nessa mesma época do ano, o percentual chegava a 60%. Em diversos municípios, a sequência de dias chuvosos interrompeu aos trabalhos de plantio e as atividades de rotina nas lavouras, além de dificultar o transporte dos insumos. Por outro lado, os volumes de água nos reservatórios e açudes estão a plena capacidade, proporcionando segurança para a atividade de irrigação.
    Na cultura da soja, 13% das lavouras já estão implantadas no Estado. A área prevista pelos levantamentos da Emater no Rio Grande do Sul é foi de 5.956.504 hectares, dos quais 13%. Já o plantio do milho alcança 77% da área esperada, de 771.578 hectares. Nas lavouras implantadas, a cultura se encontra nas fases de germinação e desenvolvimento vegetativo (92%) e floração (8%). A produção estimada é de 5.948.712 toneladas, com uma produtividade alcançando os 7.710 quilos por hectare.
    Em relação às culturas de inverno, a colheita do trigo já alcança 50% da área plantada no Estado. Atualmente, 5% das lavouras de trigo estão em enchimento do grão e 45% em fase de maturação. Em várias regiões os produtores estão esperando melhora nas condições climáticas para finalizar a colheita. Os grãos têm apresentado boa qualidade. No entanto, em alguns locais, o excesso de umidade diminuiu a perspectiva de produtividade média. Na canola, 24% das lavouras estão em fase de maturação e 76% já colhidas. A expectativa para a próxima semana é de que haja dias sem precipitações, para encaminhar a colheita e finalizar a safra.



    Comentários