PARQUE TECNOLÓGICO DE PELOTAS TEM NOVA DIREÇÃO

    O Pelotas Parque Tecnológico teve a sua primeira reunião da nova gestão no último dia 6 de agosto, quando foi eleita a nova gestão do Conselho de Administração (Consad) até 2022. Foram eleitos o presidente e vice-presidente do Consad: Mauro Porto Meirelles Leite, representando as empresas consolidadas residentes no Parque (Vetorial) e Felipe de Souza Marques, representando a academia (UFPEL), respectivamente.

    Mauro exaltou o trabalho realizado no parque até o momento que, para ele, tem um valor inestimável. “O Pelotas Parque tem um modelo baseado na colaboração: governo, representado pela Prefeitura; academia, com a participação de todas as universidades e institutos de pesquisa da cidade e iniciativa privada. Aqui, essa colaboração acontece de fato, e a presença de todas as instituições de ensino, públicas a privadas, é um grande exemplo disso e algo único também”, disse. Para ele, o Pelotas Parque Tecnológico é um projeto que tem alma e o desafio agora é dar continuidade a essa construção com base nos três pilares: tecnologia, inovação e empreendedorismo, sem perder o foco. “Nossa missão é fomentar o empreendedorismo baseado na tecnologia e novos negócios de valor agregado inseridos na nova economia do conhecimento”, completa.

    O vice-presidente eleito também destaca o desafio de continuar as ações e buscar a expansão do parque. “Hoje temos um limite de espaço físico bem concorrido e se enxerga demanda de novos espaços, também queremos melhorar nossa integração do setor produtivo com a academia e a eleição de hoje já é um exemplo, além da captação de recursos para viabilizar tudo isso”, avalia Felipe, que também é professor de computação da UFPEL e coordenador a Incubadora de Base Tecnológica CONECTAR.

    Rosani Ribeiro, Diretora Executiva do Pelotas Parque Tecnológico, conta que a participação de 100% de representação das instituições na eleição mostra a união dos setores públicos e privados para seguir apoiando o crescimento do local. Para ela, isso fortalece ainda mais o Parque, que hoje gera mais de 200 empregos diretos.

    Atualmente, 63 empresas atuam no Pelotas Parque Tecnológico, sendo 23 instaladas nas áreas geridas pelo Parque, sete no coworking, 15 incubadas, 18 pré-incubadas  Quanto às incubadoras, são três: CIEMSUL, Conectar e Senatec. Ainda, há uma empresa júnior (Faculdade Senac), além de 23 instituições parceiras. Ao todo, o Pelotas Parque Tecnológico gera 267 empregos diretos e 638 indiretos.

    Sobre o Pelotas Parque Tecnológico – O Parque, criado oficialmente em 2016, é gerido pela TECNOSUL – Parque Científico e Tecnológico, uma associação civil sem fins lucrativos de direito privado, caráter científico, tecnológico, educacional e cultural. O espaço abriga companhias com foco em desenvolvimento de produtos e soluções inovadoras, divididas em “consolidadas” (iniciantes com subsídios) e “consolidadas” (dotadas de autonomia). O Parque Tecnológico oferece espaço coworking, com área gastronômica (gerenciada pela Co.place), auditório, salas de reunião e capacitações e estacionamento. No site http://pelotasparquetecnologico.com.br é possível encontrar mais informações e os contatos.




    Comentários