ESPECIAL DE DOMINGO: INDEORUM É A PRIMEIRA STARTUP GRADUADA NO PELOTAS PARQUE TECNOLÓGICO EM 2019

    Na última terça-feira (09), no Pelotas Parque Tecnológico, a Incubadora de Bases Tecnológicas Conectar, da UFPel, concedeu o certificado de graduação à Indeorum, que desde 2016 integrava o quadro de empresas ligadas à incubadora. A empresa é a primeira a ser graduada no Pelotas Parque Tecnológico em 2019. Com a presença do Reitor da UFPel, Pedro Curi Hallal, a Conectar realizou ainda a assinatura de contrato de incubação com outras quatro startups.

    Reunidos na sala multiuso do Pelotas Parque, os colaboradores das empresas  e demais interessados acompanharam a explanação de um dos sócios da Indeorum, Glauco Munsberg. Ele apresentou dados relevantes sobre a empresa que utiliza Data Science e IA para conduzir a tomada de decisões de gestão. Utilizando somente softwares livres, a Indeorum cresceu 1015% no ano passado, e, até a metade de 2019, ultrapassou a marca de R$770.000,00 em captação.

    Segundo Glauco, as pretensões iniciais dele e dos amigos André Alba e Daniel Retzlaff, que fundaram a Indeorum, era trabalhar para grandes empresas da área de computação. Porém, vendo os exemplos destas mesmas empresas, decidiram mudar seu rumo: “Pensamos: Por que não sermos agentes da transformação? Foi então que decidimos ficar aqui em Pelotas, e aplicar tudo o que aprendemos. Pensamos que poderíamos formar esta mesma cultura que procuramos lá fora, aqui em Pelotas”, contou emocionado.


    O Reitor da Universidade Federal de Pelotas – UFPel, Pedro Hallal, destacou as políticas universitárias que tem se transformado ao longo dos anos para fomentar e auxiliar o desenvolvimento e consolidação de startups através da instituição. Ele registou ainda o agradecimento da instituição ao Pelotas Parque, e afirmou o desejo de que outros exemplos como este se consolidem no local. “O Pelotas Parque é uma grande ideia, que tem uma capacidade integrativa, que conseguiu materializar a união entre sociedade, instituições de educação e o poder público. Certamente ele faz parte do sucesso da Indeorum”, disse.

    A Diretora Executiva do Pelotas Parque Tecnológico, Rosani Ribeiro, parabenizou os sócios criadores da Indeorum e os colaboradores da empresa: “Eles tem inspirado a todos, e isso é algo que não conseguimos medir em nossas vidas. Desejo que esses jovens continuem inspirando”, afirmou. Em sua fala, Rosani destacou ainda a importância da startup para o parque: “A Indeorum ainda tem muito para conquistar. Eles fizeram a diferença para o Pelotas Parque junto com a Conectar e a UFPel”, encerrou.

    Felipe Marques, Coordenador da Conectar, destacou a gratificação em acompanhar o desenvolvimento da startup e o desenvolvimento pessoal dos fundadores: “É muito gratificante ver a evolução deles desde a chegada na Conectar. Eles agora já tem condições de se manter no mercado, e o Parque Tecnológico é um parceiro importante dando o suporte para eles se estabelecerem”, destacou. Marques apontou ainda o papel fundamental do Pelotas Parque para a consolidação e captação de clientes da empresa: “O parque permite a troca com pessoas que atuam buscando parceiros e colaboradores. Boa parte dos novos clientes da Indeorum surgiram em função dos contatos fornecidos pelo Parque Tecnológico, o que é uma das propostas do ecossistema de inovação”, encerrou.

    Entre os produtos da empresa estão Cientum, Quantum, Ranquium e Atimum: softwares desenvolvidos pela Indeorum que consistem em sistemas que buscam dar suporte à tomada de decisões e à alocação de recursos por parte de seus clientes, tendo como sua principal base as informações sobre a pesquisa científica brasileira. Atualmente com 25 colaboradores, a empresa atende clientes como Capes, Unimed, PUC, UFPel e FAPERGS, e conta com a atuação de um doutor, dois mestres e quatro alunos de mestrado, na UFPel.

    Novos empreendimentos
    Outras quatro empresas também estiveram na cerimônia, assinando o contrato de incubação com a Conectar. A Vouconstruir.net, Elixir AI, Ignis Animal Science e Unieloo são as novas startups que passam a fazer parte do quadro de incubadas da Conectar e passarão a frequentar as salas do Pelotas Parque Tecnológico.




    Comentários