ESPECIAL DE DOMINGO: FENADOCE 2019 DEIXA LEGADO SOCIAL E CULTURA PARA PELOTAS

    Integrar a Fenadoce em toda a comunidade e valorizar a produção cultural local são alguns dos pilares da feira desde seu início. Ao final da 27ᵃ edição, a CDL Pelotas destaca alguns dados que reforçam esse compromisso com a sociedade. Exemplo disso são ações como a Gincana Cultural as escolas; Rodeio Artístico e Cultural Fenadoce, em parceria com a 26ª Região Tradicionalista; Escolinha de Trânsito; projeto social com escolas públicas e Fenadoce Cultural. Destaca-se ainda que este ano o Governador do Estado do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, sancionou o Projeto de Lei (PL) 183/2019, que incluiu a Fenadoce no calendário oficial de eventos do Estado.

    Um grande legado desse ano foi a contribuição para a divulgação, preservação e salvaguarda do patrimônio cultural de Pelotas por meio do tema da feira “Patrimônio Nosso”, possibilitando ao visitante conhecer a história da cidade, seu conjunto histórico e tradição doceira.

    Todos os anos, a Fenadoce reforça o compromisso com as escolas públicas da região, oferecendo a entrada gratuita para os alunos. Nesta edição a feirarecebeu 45.530 mil alunos de escolas e projetos sociais e culturais da região. Além disso, a Gincana Cultural mobilizou mais de 50 escolas de Pelotas para interagir com o tema da feira “Pelotas Patrimônio Cultural Brasileiro”, em referência aos registros material e imaterial que o conjunto histórico de Pelotas e a tradição doceira receberam em 2018 pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). A tarefa dos alunos e professores de escolas públicas foi desenvolver projetos culturais representassem esse tema.

    Rodeio Artístico e Cultural Fenadoce e 26ªRT contou com participação de 12 invernadas artísticas, e cerca de 150 participantes nas modalidades individuais. Participaram do Rodeio representantes dos municípios integrantes da 26ªRT (Pelotas, Turuçu, Morro Redondo e Capão do Leão), além de tradicionalistas dos municípios vizinhos de Canguçu, Rio Grande e Caçapava.

    Parcerias com o poder público também proporcionam ações educativas e sociais como a Escolinha de Trânsito Fenadoce, direcionada às crianças. O projeto da Secretaria de Transportes e Trânsito de Pelotas em parceria com o Comando Rodoviário da Brigada Militar de Rio Grande é pioneiro na região sul e é uma importante iniciativa para formar cidadãos com consciência sobre o trânsito, “as crianças estão mais abertas a receber novas informações, para que possam colocar em prática tanto nessa fase quanto na maioridade”, afirmou o Agente de Trânsito, Fabian Rodrigues. A Escolinha está presente na Fenadoce há 17 anos e atende cerca de 18 mil crianças a cada edição. As crianças fazem um circuito com bicicleta e também como pedestres, ganham um material educativo e aprendem regras básicas de trânsito.

    A programação da Fenadoce Cultural contou com aproximadamente 800 apresentações de cerca de 9.000 artistas. As performances ocorreram em quatro palcos, com apresentações de dança, música, teatro e tradições gaúchas. Para Adriane Silveira, produtora cultural da Fenadoce, o desafio foi cumprido por todos com maestria. “Todo ano trabalhamos com uma equipe que busca valorizar o que é nosso, nossos artistas, música e cultura, e por isso a Fenadoce Cultural é um espaço privilegiado e uma vitrine para os talentos artísticos locais”. A Fenadoce Cultural é financiada pelo Pró-Cultura RS – LIC – Secretaria da Cultura, Governo do Estado do Rio Grande do Sul e contou com patrocínios de Osirnet e Biscoitos Zezé.




    Comentários