R$ 21 MI PARA FOMENTAR PESQUISA E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA NO RS

    Sebrae RS é parceiro da Fapergs em dois projetos: Doutor Empreendedor e Programa Centelha

    Para incentivar a pesquisa científica e a inovação tecnológica, além de apoiar o empreendedorismo, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (Fapergs), vinculada à Secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia (Sict), lançou nessa segunda-feira, 27 de maio, quatro editais, totalizando investimento de R$ 21 milhões.

    Voltados a diferentes áreas e pesquisadores, os programas irão resultar na produção de conhecimento, no desenvolvimento tecnológico, na inovação e no aprimoramento da formação de recursos humanos qualificados. “O futuro se faz com pesquisa, como diz o lema da Fapergs. E pesquisa se faz com recursos”, destacou na abertura da cerimônia o presidente da fundação, Odir Antônio Dellagostin.

    O governador Eduardo Leite reforçou que a pesquisa é prioridade na sua gestão, tanto que recriou a Secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia. “Tenho plena confiança de que alavancaremos o desenvolvimento e o crescimento do nosso Estado apostando na inovação e na tecnologia. Já somos referência, mas acredito que nos tornaremos ainda mais vanguarda se conseguirmos investir nessa área. No entanto, não há compromisso que não passe pelo acordo de recuperação fiscal, para que se possa abrir condições de realizarmos investimentos”, destacou Leite.

    Secretário de Inovação, Ciência e Tecnologia, Luís Lamb complementou dizendo que a pesquisa vai além de gerar conhecimento: “Toda vez que tomo meu café da manhã, eu lembro que a aveia que estou comendo foi desenvolvida aqui no Estado. Este é apenas um exemplo do potencial que temos ao transformar pesquisa em inovação, em tecnologia e em riqueza.”

    Para o diretor-superintendente do Sebrae RS, estimular e apoiar a inovação é fundamental para que as empresas de micro e pequeno portes possam superar este momento de dificuldade pelo qual passa nosso País. “É fundamental, também, os empreendedores acessarem recursos financeiros para que possam colocar em prática suas ideias e estarem preparados tecnicamente para os desafios da nova economia”.

    Veja os quatro editais:

    Programa Pesquisador Gaúcho (PqG)

    O que é: apoio financeiro a projetos que contribuam significativamente para o desenvolvimento científico, tecnológico e de inovação do RS, em qualquer área do conhecimento.

    A quem se destina: pesquisadores de todas as áreas do conhecimento

    Investimento: R$ 10 milhões

    Objetivo: incentivar a pesquisa científica

    Projetos atendidos: até 300 projetos

    Submissão de propostas: de 28/5 a 12/7 pelo SigFapergs.

    Cooperação Fapergs/Fapesp

    O que é: visa apoiar projetos que envolvam a participação de equipes de SP e do RS, com apoio das respectivas FAPs – até R$ 2 milhões por parte da Fapergs e até R$ 4 milhões da Fapesp.

    A quem se destina: equipes de pesquisadores dos dois Estados
    Investimento: R$ 6 milhões

    Objetivo: apoiar projetos voltados para tecnologias portadoras de futuro
    Projetos atendidos: projetos alinhados com as linhas prioritárias para o desenvolvimento do RS

    Submissão de propostas: de 28/5 a 15/7 pelo SigFapergs.

    Programa Doutor Empreendedor (PDEmp) – em parceria com o Sebrae RS

    O que é: ação inovadora da Fapergs que busca valorizar o conhecimento gerado nas instituições de ciência e tecnologia (ICTs). O edital PDEmp contará com a parceria do CNPq e do Sebrae RS.

    A quem se destina: pesquisadores doutores

    Investimento: R$ 3,39 milhões

    Objetivo: transformar o conhecimento em valor para a sociedade
    Criação de empresas: até 20 empresas de base tecnológica
    Submissão de propostas: de 28/6 a 16/8 pelo SigFapergs.

    Programa Centelha – em parceria com o Sebrae RS

    O que é: programa do governo federal, implementado através de parceria com a Finep/Fapergs, que busca apoiar a criação de startups de base tecnológica. Os parceiros estaduais deste programa são Badesul, Sebrae RS e Reginp.

    A quem se destina: empreendedores inovadores

    Investimento: R$ 1,84 milhão

    Objetivo: promover a criação de startups de base tecnológica
    Startups atendidas: até 50 startups de base tecnológica

    Submissão de propostas: de 3/6 a 18/7 pelo Sistema Centelha, no endereço http://programacentelha.com.br/rs/ (disponível somente a partir do dia 3/6).




    Comentários