COLUNA CAMINHOS DA ZONA SUL – DIÁRIO DA MANHÃ – 12.02.2019

 

CAMINHOS DA ZONA SUL

www.caminhosdazonasul.com____________________Paulo Gastal Neto

Voo – O Aeroporto João Simões Lopes Neto entrará na onda de privatizações. Hoje ele pertence a INFRAERO, que será extinta! O programa de concessões do governo federal prevê que o aeroporto de Pelotas seja oferecido em um bloco juntamente com os de Curitiba, Foz de Iguaçu, Londrina, Joinville, Navegantes, Uruguaiana e Bagé. A INFRAERO passará todos os aeroportos sob sua jurisdição à iniciativa privada até 2020. Esta é a previsão!

***

Renascer – A grande boa notícia do início de 2019 foi a que repassou o Estaleiro EBR, de São José do Norte. A empresa foi escolhida pela Modec Offshore Production Systems, de Cingapura, subsidiária da japonesa Modec, Inc., para fabricar e montar módulos de processo para o ‘topside’ de um sistema flutuante de produção, armazenamento e descarregamento , o FPSO Guanabara MV31. Os ‘topsides’ são equipamentos que ficam situados acima do convés da plataforma de petróleo. O acerto prevê confidencialidade e não foram detalhados os valores envolvidos ou a quantidade precisa de módulos a serem feitos. De acordo com a EBR, o trabalho a ser realizado inclui a fabricação e a montagem de módulos que compreendem o sistema de tratamento de água do ‘topside’. O projeto terá início ainda neste no primeiro trimestre de 2019, com um cronograma de entrega de 12 meses.

***

Óleo – O FPSO Guanabara MV31, atualmente em construção pela Modec, será contratado pela Petrobras através de leasing e operação para o campo de Mero, onde será instalada a unidade. O campo está sendo desenvolvido atualmente pelo Consórcio de Libra, composto por Petrobras (operadora), Shell, Total, CNPC e Cnooc. Quando concluído, o FPSO Guanabara MV31 terá capacidade de processamento de até 180 mil barris de óleo por dia e 12 milhões de metros cúbicos de gás por dia. Desde que entregou a plataforma P-74 para a Petrobras, no ano passado, o EBR estava praticamente estagnado. Há a expectativa de geração de pelo menos 500 empregos a serem gerados diretamente.

***

Quero-Quero – Em seu plano de expansão que prevê a abertura de 110 novas lojas nos três estados do sul do Brasil, sendo 35 elas em território gaúcho, a rede de lojas Quero-Quero deverá anunciar em breve a sua terceira filial em Rio Grande.

***

Cachos – Um dado pra lá de positivo e surpreendente. Pelotas terá este ano um acréscimo de 15% em relação à de 2018, na produção de uvas. A estimativa é que se chegue próximo das 1.600 toneladas da fruta. São variedades como a Niágara rosa e branca, e a bordô, com excelente sabor ótima qualidade. Só a propriedade da família Bohrer, no 8º distrito de Pelotas, deverá colher de 20 a 25 toneladas, no cultivo de meio hectare.

***

RG – O vice-presidente de infraestrutura da Federasul, coordenador do Movimento Aliança Rio Grande e presidente da Câmara de Comércio da Cidade do Rio Grande, Antônio Carlos Bacchieri Duarte, participou do Terceiro Encontro dos Municípios Hidroviários do RS, na sede da Famurs, em Porto Alegre. O evento ocorreu em parceria com a Associação Hidrovias do Rio Grande do Sul (HidroviasRS) e reuniu cerca de 60 pessoas, entre prefeitos, vice-prefeitos, secretários, servidores e técnicos municipais, autoridades, entidades e empresas relacionadas ao sistema hidroviário. Nesta edição, com o tema “Caminhos para o Desenvolvimento”, o evento buscou despertar o interesse no transporte hidroviário para geração de riquezas, empregos, novas empresas e tributos, tanto para o Estado quanto aos municípios contemplados.  Bacchieri em sua fala destacou a importância da desburocratização na construção e gestão de terminais fluviais e dos gargalos que envolvem o transporte hidroviário. “Precisamos avançar nessa área que poderá tornar o estado muito mais competitivo e a Federasul é parceira e apoia iniciativas para ampliar o uso desse modal. Precisamos desburocratizar para criar estruturas simples que permitam maior agilidade e competitividade para a hidrovia”, conclui.

***

Até a próxima!




Comentários