COLUNA CAMINHOS DA ZONA SUL – DIÁRIO DA MANHÃ – 07.08.2018

CAMINHOS DA ZONA SUL

www.caminhosdazonasul.com____________________Paulo Gastal Neto

Duplicação ameaçada – Parece que tem ‘caveira de burro enterrada’. Realmente a força política da região sul do RS é nula, ou seja, inexiste. Os poucos deputados federais da metade sul nada podem em Brasília. Bastou uma meteórica passagem pelo ministro Carlos Marun por Porto Alegre e as ações se voltarem integralmente para a segunda ponte do Guaíba e a BR-101, a Freeway. O governo federal quer acelerar as obras da nova ponte para garantir entrega até dezembro deste ano. A decisão foi tomada em reunião na sede do Dnit, em Porto Alegre, com a presença do ministro da Secretaria de Governo. Ele ‘bateu o martelo’ do alto de seu autoritarismo e disse que o cronograma apresentado pelos responsáveis pela execução da obra, não satisfaz. A previsão da empresa era entregar a nova travessia até 30 de novembro. Marun quer a antecipação em trinta dias no prazo. É de se prever que os parcos recursos serão canalizados em grande parte para os desejos do governo

***

Tempo escuro – Mas a ‘tempestade não termina aí’. Há o caso emblemático da Freeway que revela uma inoperância absurda do Dnit gaúcho, ministério dos transportes e atores envolvidos. É surreal. Uma negociação entre o governo federal, estadual, pela Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), sobre a concessão temporária da Freeway deverá ser definida, porém, caso não haja uma solução, o Dnit deverá retirar recursos de outros projetos no Estado, entre eles a duplicação da BR-116, para realocar nos serviços de manutenção da rodovia. Segundo o diretor executivo do Dnit, Halpher Luiggi Mônico Rosa, que também esteve em Porto Alegre, isso será necessário pela limitação de recursos. Outra hipótese, mais remota, contudo, e que ainda depende de outras negociações, é repassar recursos de outros estados.

***

Óbvio – Qualquer homem público medianamente inteligente e que conheça os problemas de logística do país sabe que este trecho da BR-116 é o principal corredor de ligação entre a Região Metropolitana de Porto Alegre e o porto de Rio Grande. A rodovia é fundamental para o escoamento da produção agrícola e industrial do Rio Grande do Sul. De acordo com um levantamento publicado em abril deste ano pelo Escritório de Desenvolvimento Regional da Universidade Católica de Pelotas (UCPEL), a conclusão da duplicação da rodovia vai gerar um incremento diário de R$ 2 milhões para a economia do Rio Grande do Sul, com o crescimento da receita com produção e serviços e a diminuição do custo logístico. Ao não terminar continuarmos as obras permaneceremos contabilizando prejuízos financeiros e também perdendo vidas.

***

Investimentos – Estão em construção em Pelotas dois novos abatedouros: Abatedouro Charqueada e o Novo Rutz. O primeiro fica localizado na estrada das charqueadas, no Areal; o segundo é um projeto novo, no 4º distrito, Triunfo, onde já há um estabelecimento do gênero na mesma localidade. A Secretaria de Desenvolvimento Rural do município validou recentemente os dois novos projetos e acompanha as obras das futuras empresas que pretendem abater cerca de 30 animais por dia, entre bovinos e caprinos. A previsão de início das atividades dos dois novos abatedouros será em setembro.

***

Charque e embutidosA equipe técnica da Secretaria de Desenvolvimento Rural também confeccionou as plantas de seis novas agroindústrias de produtos de origem animal – embutidos. As futuras agroindústrias de embutidos são a Treichel (inclui fabricação de charque), a Nicolini, o Mercado Bergman, a Casa de Carnes Lemes, a Cia da Carne (inclui charque), e a Leandro Charques e Embutidos.

***

Realidade – É isso que o Polo Tecnológico se tornou: numa excelente realidade. Méritos ao maior incentivador do projeto, o secretário Fernando Estima. Méritos também à perseverança da Universidade Católica de Pelotas em apostar no local. Lá, a UCPEL instalará oito incubadas do Centro de Incubação de Empresas da Região Sul (Ciemsul/UCPel). O novo espaço, em formato coworking, será lançado na próxima quinta-feira (09), às 19h15, com a palestra “Gestão para Mudança”, do coach Jonata Brignol. A nova sede foi desenvolvida para inserir a incubadora da UCPel em um ecossistema de inovação. Atualmente, o Pelotas Parque Tecnológico é o principal hub de tecnologia e inovação da região.

***

Até a próxima!




Comentários