CIEMSUL/UCPEL INAUGURA NOVA SEDE NESTA QUINTA-FEIRA (09)

    Em agosto, o Pelotas Parque Tecnológico passará a abrigar oito incubadas do Centro de Incubação de Empresas da Região Sul da Universidade Católica de Pelotas (Ciemsul/UCPel). O novo espaço, em formato coworking, será lançado nesta quinta-feira (09), às 19h15, com a palestra “Gestão para Mudança”, do coach Jonata Brignol. As inscrições podem ser feitas através do link https://bit.ly/2vbicgo.

    A nova sede foi desenvolvida para inserir a incubadora da UCPel em um ecossistema de inovação, conforme destaca o gestor do Ciemsul, Leandro Félix. “Atualmente, o Pelotas Parque Tecnológico é o principal hub de tecnologia e inovação da região”, pontua. Além disso, o local é favorável para o crescimento das startupsincubadas, pelo contato com empresas referência na área de tecnologia e inovação.

    Félix também aponta como benefício para a UCPel as futuras parcerias com as empresas instaladas no Parque Tecnológico. Segundo acredita, o Ciemsul tem papel fundamental na promoção do desenvolvimento da Universidade. “Temos a proposta para as empresas atuarem como mentoras das nossas incubadas”, adianta. Outro projeto liderado pela incubada é a criação de um novo curso de pós-graduação na área de inovação, concebido através das demandas dos empreendimentos do Parque.

    No novo espaço, as incubadas irão trabalhar em formato coworking, tendência em incubadoras de todo o mundo. “É a mentalidade de trabalhar de forma colaborativa, favorável para parcerias e solução de problemas comuns”, explica o gestor. Para Félix, o método permite fomento de networking, nivelamento das startups e dinâmica homogênea de atuação. Ainda, o Pelotas Parque Tecnológico oferece estrutura para reuniões, treinamentos e palestras.

    Ao todo, oito empreendimentos começarão os trabalhos na nova casa do Ciemsul: cinco na modalidade de incubação interna e três na externa. Neste segundo semestre, as startups receberão capacitações de colaboradores da Universidade nas áreas de estratégia, gestão de pessoas, legislação e marketing. “Vamos usar todo o potencial da Católica para capacitar esses empresários”, afirma Félix.

    Para o futuro, a incubadora projeta protagonismo no ecossistema de inovação que Pelotas está criando. “A nossa ideia é liderar os processos de desenvolvimento e, ao nos instalarmos no Parque, faremos essa roda girar naturalmente para buscar novos mercados”, planeja o gestor. Certificações de qualidade e abertura de editais, tanto de fomento quanto para novos empreendimentos, integram os próximos planos.




    Comentários