ARRANJO PRODUTIVO REÚNE EMPRESAS DA SAÚDE NO PARQUE TECNOLÓGICO

Yller, Freedom e Contronic estão entre as instituições associadas ao APL

O Pelotas Parque Tecnológico, além de ser um espaço destinado à inovação e à tecnologia, também é a sede do Arranjo Produtivo Local (APL) da Saúde de Pelotas e Região. A entidade atua desde 2013, reunindo empresas e instituições de ensino e pesquisa da cidade em um complexo industrial, com o objetivo de estreitar vínculos para proporcionar interação, cooperação mútua, comércio de produtos e aprendizagem entre si.

Para cumprir a visão de ser referência na geração de conhecimento e desenvolvimento de novas tecnologias em equipamentos e materiais, o APL da Saúde mantém parceria com instituições de ensino como as universidades Federal (UFPel) e Católica (UCPel) de Pelotas, além da Universidade Federal do Rio Grande (Furg) e do Instituto Sul-rio-grandense (IFSul). A Prefeitura, o Centro das Indústrias (Cipel) e a Associação dos Municípios da Zona Sul (Azonasul) também estão entre os parceiros.

Divisão por segmentos

   As empresas que integram o grupo do APL da Saúde são divididas conforme a base em que atuam:

  • Base química e biotecnológica – medicamentos, fármacos, vacinas, hemoderivados, soros e toxinas, reagentes para diagnóstico;

  • Base mecânica, eletrônica e de materiais – equipamentos mecânicos e eletrônicos, próteses e órteses, materiais; e

  • Base de serviços da saúde – hospitais, ambulatórios, serviços de diagnóstico, clínicas. Os system

No desenvolvimento de equipamentos mecânicos e eletrônicos, destaca-se a Contronic – ligada à área de engenharia biomédica -, com a produção de aparatos médicos como o vectonistagmógrafo, o otocalorímetro a ar e o vídeo frenzel digital.

Nessa área mecânica, também são exemplos a Freedom, primeira empresa brasileira a lançar no mercado a cadeira de rodas automatizada, e a Lifemed, com linha de produtos de paramentação cirúrgica, desinfecção, critical care e infusão.

Na lista de empresas ligadas aos serviços de saúde, mas com base química e biotecnológica, o Laboratório Antonello é exemplo na prestação de apoio ao diagnóstico, com a realização de exames de análises clínicas. Na segmento de químicos, com a produção de materiais, está a Yller, que atua no desenvolvimento de equipamentos odontológicos de alto valor agregado.

A O.S.Systems participa do grupo de companhias de base eletrônica. A marca cria sistemas embarcados com foco em soluções para softwares e projetos de hardware, para equipamentos hospitalares e clínicas médicas.

Associação

As instituições participantes do APL têm acesso a cursos de qualificação gratuitos e informações atualizadas do mercado, que podem ser utilizados no desenvolvimento de seus produtos e no aprimoramento dos serviços. O fomento ao empreendedorismo e à inovação no setor estão entre os principais diferenciais oferecidos às empresas para adesão ao projeto.

Para ingressar no APL da Saúde, a empresa interessada deve estar inserida em um dos segmentos do arranjo e solicitar proposta à coordenação, por meio do telefone (53) 9-8111-3605 ou pelo e-mail [email protected]




Comentários